Mediação no TRT-4 encaminha acordo e rodoviários de São Leopoldo encerram estado de greve

Os representantes dos rodoviários e o sindicato patronal discutiram o valor do reajuste salarial e do vale-alimentação.

Compartilhe:

O Sindicato dos Trabalhadores em Transportes Rodoviários de São Leopoldo e o Sindicato das Empresas de Transportes Coletivos Urbanos do Vale do Sinos chegaram a um acordo para o reajuste salarial da categoria.

A negociação ocorreu em audiência de mediação realizada pelo Tribunal Regional do Trabalho da 4ª Região nesta sexta-feira (8).

Os representantes dos trabalhadores e o sindicato patronal discutiam o valor do reajuste salarial e do vale-alimentação para inclusão na norma coletiva do próximo período, com data-base fixada em 1º de junho. Com a aceitação da categoria, o estado de greve foi encerrado.

Após amplo debate, as partes chegaram a uma proposta de 11,90% de aumento no vale-alimentação, retroativo a 1º de junho.

No caso do reajuste salarial, ficou acertado também um aumento de 11,90%, escalonado da seguinte forma: 7% sobre o salário resultante da Convenção Coletiva anterior, com vigência também a partir de 1º de junho; 2% sobre o salário já reajustado, ou seja, do mês de agosto, a ser aplicado a partir de 1º de setembro; e finalmente 2,90% sobre o salário de outubro, com vigência em 1º de novembro.

O condutor da negociação foi o vice-presidente do TRT-4, desembargador Ricardo Martins Costa, com a participação do procurador-regional Marcelo Goulart, como representante do Ministério Público do Trabalho.

 


Compartilhe: