Governo aumenta prazo para atualizar cadastro do CadÚnico

As novas regras constam no Diário Oficial da União desta quinta-feira.

Compartilhe:

O Governo Federal prorrogou o prazo para a população realizar a atualização do Cadastro Único, o CadÚnico. O motivo foram as filas registradas pelo País para efetuar a atualização. As novas regras constam no Diário Oficial da União desta quinta-feira.

Para as famílias que atualizaram o CadÚnico pela última vez em 2016 e 2017, o prazo para atualização foi postergado desta sexta-feira para o dia 31 de julho. Já para as famílias que têm problemas cadastrais, o prazo final foi alterado de 31 de julho para 31 de dezembro.

Também foi adiada de julho para outubro, para impedir o bloqueio do Auxílio Brasil, a data-limite para a revisão cadastral das famílias que estão há mais de dois anos sem atualizar os dados. Já em relação à Tarifa Social de Energia Elétrica, a data-limite para atualização cadastral, também para evitar o cancelamento, foi adiada de novembro para dezembro de 2022.

O Governo informa que a atualização cadastral é realizada presencialmente, nos postos da prefeitura que administram o CadÚnico. A orientação para as famílias é agendar o atendimento previamente pela internet.

Caso o beneficiário não venha a fazer a revisão cadastral no prazo estipulado, poderá ter seu benefício bloqueado e, depois, cancelado.


Compartilhe: