Cachorro é morto a tiros ao tentar proteger tutor de assalto em Canoas

De acordo com a Brigada Militar, o assalto ocorreu por na avenida Armando Fajardo, no bairro Igara, em Canoas, por volta das 18h40 da noite.

Compartilhe:
Foto: imagens de câmera de videomonitoramento / Divulgação, Polícia Civil

Um cachorro da raça pitbull foi morto a tiros quando tentava proteger seu tutor de um assalto, em Canoas, região Metropolitana de Porto Alegre. O caso ocorreu no bairro Igara, na noite desta quinta-feira (21).

De acordo com a Brigada Militar, o assalto ocorreu por na avenida Armando Fajardo, uma das principais do bairro. As imagens de uma câmera de segurança mostram o assaltante andando de skate e a vítima caminhando alguns metros atrás. O ladrão aborda o adolescente de 16 anos, que estava com o pitbull na coleira. O relógio da câmera registra 18h40 da noite.

O assaltante, que estava armado com um revólver, exige o celular da vítima. O cachorro avança pelo menos três vezes em direção ao ladrão, mas é contido pelo tutor por causa da corrente. Com a mão livre, o jovem sinaliza que vai entregar o aparelho.

Quando o adolescente coloca o celular no chão, o cachorro tenta uma última investida contra o agressor e se solta. Nesse momento, ocorre o disparo. A vítima do assalto foge, em busca de ajuda, enquanto o assaltante também deixa o local.

O cão cai na calçada, levanta e, mais adiante, cai de novo. O animal chegou a ser levado para uma clínica veterinária, mas não resistiu ao ferimento.

O caso foi registrado em uma delegacia de polícia. Serão investigados os crimes maus-tratos contra animais e de roubo a pedestre.

O suspeito ainda não foi identificado ou localizado até o momento. A Polícia Civil faz diligências para identificar o ladrão e capturá-lo.


Compartilhe: