Ouça no Meio-Dia: o luto pela morte de vereador da Capital e mais notícias da manhã

Confira as principais notícias da manhã desta segunda-feira, 27 de junho de 2022, no podcast Meio-Dia.

Compartilhe:

Ouça o podcast Meio-Dia também em outras plataformas:

O prefeito Sebastião Melo, acompanhado do presidente da Câmara Municipal de Porto Alegre, Idenir Cecchim, decretou luto oficial por três dias na Capital em razão do falecimento do vereador Mauro Zacher, do PDT. Melo suspendeu temporariamente a viagem marcada para este domingo a Brasília. Zacher tinha 46 anos e morreu neste domingo, em Fortaleza, no Ceará. O vereador participava de uma prova de Natação Master quando teve um mal súbito. Ele chegou a ser socorrido e levado à UPA Praia do Futuro, mas não resistiu. A chegada do corpo do vereador está marcada para a noite desta segunda-feira. Ainda não há informações sobre o velório. Zacher estava no quinto mandato consecutivo. Nesse período, ele foi secretário municipal de Juventude e de Obras na prefeitura, além de ter presidido o Legislativo municipal e assumido como prefeito em exercício da Capital.

A prefeitura de Porto Alegre abriu a aplicação da segunda dose de reforço da vacina contra a covid-19, ou a quarta dose, para todas as pessoas a partir de 53 anos vacinadas com a terceira dose até 27 de fevereiro, ou seja, a pelo menos 4 meses. A Secretaria Municipal de Saúde criou um escalonamento de aplicação da segunda dose de reforço. O objetivo é organizar o processo e garantir o acesso de todos, evitando filas. O cronograma chega à população em geral de 40 anos ou mais, no dia 5 de julho. Para reforçar a rede de atendimento, a prefeitura ampliou de 26 para 36 o número de unidades que realizam a vacinação, que também está disponível no Shopping João Pessoa. Para receber a dose, é necessário apresentar documento de identidade e carteira de vacinação. Profissionais de saúde também devem apresentar comprovante de vínculo com o conselho de classe. Seguindo orientação do Ministério da Saúde, deverão ser utilizadas as vacinas da Pfizer, AstraZeneca ou Janssen, de acordo com a disponibilidade de doses de cada município.

Um homem de 45 anos foi preso na manhã desta segunda-feira, suspeito de estuprar três enteadas. O caso ocorreu em Canoas, na Região Metropolitana de Porto Alegre. De acordo com a Polícia Civil, os crimes foram denunciados pela irmã mais nova durante um passeio com o pai. Ela conseguiu uma autorização do padrasto e da mãe para sair para passear com o pai e contou para ele o que tinha acontecido. Segundo a investigação, os abusos começaram há mais de um ano. A mãe das meninas teria conhecimento dos estupros, mas se omitiu. Em função disso, ela é suspeita de ser cúmplice do crime e será investigada. Tanto ela quanto o companheiro podem ser indiciados pelo crime de estupro de vulnerável. Na ocasião dos crimes, as vítimas tinham 13, 15 e 18 anos. As adolescentes de 13 e 15 anos vão receber cuidados relacionados à saúde física e mental. As duas já passaram por exame de corpo de delito. Já a irmã mais velha morreu. O Conselho Tutelar foi notificado do caso. As adolescentes devem permanecer sob os cuidados do pai.

As forças de Segurança do Estado deflagram a partir dessa semana uma série de ações integradas para o combate ao tráfico de drogas no Rio Grande do Sul. O objetivo principal é reprimir delitos relacionados ao tráfico de entorpecentes. As ações ocorrem em parceria com a Secretaria Nacional de Políticas sobre Drogas, a Senad. Trata-se também de uma alusão ao Dia Internacional contra o Abuso e Tráfico Ilícito de Drogas, celebrado em 26 de junho. A primeira ação foi desencadeada no início da manhã desta segunda-feira, em Porto Alegre, com a participação de 55 policiais e 16 viaturas, além de cães farejadores. O efetivo realizou abordagens e fiscalizações nas áreas de embarque e desembarque da Estação Rodoviária da Capital. O ponto de grande circulação de pessoas é considerado estratégico para a repressão ao tráfico por ser frequentemente utilizado como rota de saída de entorpecentes para o Interior e para outros Estados, bem como para o ingresso de drogas distribuídas a quadrilhas da Capital e Região Metropolitana. Outras ações de fiscalização, barreiras, abordagens e cumprimento de mandados estão previstos para a sequência da operação em todo o Rio Grande do Sul, mas detalhes não podem ser antecipados por motivo de segurança. Também deverá ocorrer uma atividade de incineração de drogas recolhidas ao longo do ano.

A semana começa com tempo fechado no Rio Grande do Sul. Existe a previsão de chuva no Estado. O deslocamento de uma área de baixa pressão e de uma frente fria vão provocar aumento da nebulosidade e pancadas de chuva no território gaúcho entre hoje e terça-feira. Nesta segunda, a nebulosidade vai predominar no Rio Grande do Sul ao longo do dia. Existe a possibilidade de chuva e garoa principalmente em cidades localizadas na Fronteira Oeste, Região Sul e na Campanha. Além disso, o dia começou com frio no Estado. Em Caxias do Sul, a mínima foi de 11ºC. Já em Bagé a mínima registrada foi de 6ºC. No decorrer do dia, as máximas não ultrapassam os 20ºC, como é o caso de Porto Alegre. Na terça-feira, com o avanço da frente fria, as instabilidades se espalham gradualmente para todas as regiões. Os maiores acumulados de chuvas ficam concentrados entre a Campanha e a Região Sul. A tendência é que o tempo firme retorne ao Estado na quarta-feira.


Compartilhe: