Ouça no Meio-Dia: o fim de semana de frio no Estado e mais notícias da manhã

Confira as principais notícias da manhã desta sexta-feira, 10 de junho de 2022, no podcast Meio-Dia.

Compartilhe:

Ouça o podcast Meio-Dia também em outras plataformas:

O Ministério da Justiça e da Segurança Pública determinou nesta sexta-feira a liberação do emprego da Força Nacional no Amazonas. A medida consta no Diário Oficial da União. No texto, a pasta diz que o contingente militar deverá ser destinado a ações de combate ao crime organizado, ao narcotráfico e aos crimes ambientais. A decisão ocorre no contexto do desaparecimento do indigenista Bruno Pereira e do jornalista inglês Dom Phillips no Estado do Amazonas. Há cerca de um mês, também, congressistas brasileiros foram a Boa Vista, Roraima, para verificar denúncias de estupro e morte de uma menina ianomâmi de 12 anos por garimpeiros. De acordo com a portaria publicada hoje, operações na calha do Rio Negro e Solimões, no Estado do Amazonas, ficam autorizadas por 90 dias. O texto destaca que as ações ocorrem em atividades e serviços imprescindíveis à preservação da ordem pública e da incolumidade das pessoas e do patrimônio. Além do Amazonas, o Ministério da Justiça e da Segurança Pública também autorizou o uso da Força Nacional nas cidades de Boa Vista e Pacaraima, no Estado de Roraima.

A renda mensal real da população brasileira teve queda e atingiu o menor patamar desde o início da série histórica verificada pelo IBGE, iniciada em 2012. Os dados foram divulgados nesta sexta-feira pelo Instituto. De acordo com o levantamento, o rendimento mensal médio real de todas as fontes no país passou de R$ 2.386 em 2020 para R$ 2.265 em 2021. O valor é o mais baixo desde 2012, quando era estimado em R$ 2.369, já descontada a inflação do período. A queda é de 5,1%, a maior da série. Os dados são constatados mesmo diante do aumento do número de pessoas ocupadas no mercado de trabalho. Isso porque o aumento da ocupação se deu pela informalidade, o que não foi suficiente para aumentar o rendimento médio recebido. Além disso, a proporção de pessoas com outros rendimentos, incluídas aquelas beneficiadas pelos programas sociais como o Auxílio Emergencial, apresentou queda. Em números, esse contingente caiu de 28,3% para 24,8%, acarretando uma queda de 30,1% da média vinda dessa fonte de renda.

A prefeitura de Porto Alegre começou nesta sexta-feira a aplicação da segunda dose de reforço, ou a quarta dose, contra a Covid-19 em profissionais de saúde. Nesta primeira etapa, serão priorizados os profissionais da linha de frente, ou seja, que atuam em hospitais, unidades de saúde ou pronto-atendimentos. O segundo reforço está disponível para os profissionais vacinados há mais de quatro meses. De acordo com nota técnica do Ministério da Saúde, poderão ser utilizadas as vacinas Pfizer, Janssen ou Astrazeneca, independentemente da dose aplicada anteriormente. A abertura para os demais profissionais de saúde dependerá da chegada de mais doses a Porto Alegre. A Secretaria Municipal de Saúde informa também que aguarda o envio de doses para iniciar a aplicação da segunda dose de reforço contra a Covid-19 em pessoas a partir de 50 anos. No momento, a aplicação está disponível para pessoas a partir de 60 anos e imunocomprometidos a partir de 12 anos.

Porto Alegre tem programação esportiva e cultural para o fim de semana. No sábado, na Cidade Baixa, haverá um concerto inédito que vai reunir quatro orquestras no palco do projeto cultural Circuito Música Instrumental Visita Sua Cidade. Nesta etapa, ele recebeu o título de Concerto Jovem Instrumental. As atrações convidadas vão trazer repertórios musicais que vão do erudito-clássico ao popular. A programação, com acesso gratuito e integrante do calendário oficial dos 250 anos da Capital, começa às 15h na Rua da República. A via será bloqueada para trânsito de veículos ainda hoje para montagem das estruturas. O palco estará localizado nas imediações do número 838, ao lado do Pão dos Pobres e do Santuário Santo Antônio, em frente à Praça Cônego Marcelino. Depois, no domingo, haverá a 37ª Maratona Internacional de Porto Alegre. A concentração, a largada e a chegada ocorrem na avenida Diário de Notícias, 300, em frente ao BarraShoppingSul. O evento, realizado pelo Clube dos Corredores de Porto Alegre, reúne atletas de 16 países e também faz parte das comemorações dos 250 anos de Porto Alegre. A EPTC vai monitorar o trânsito nas regiões da Orla do Guaíba, Praia de Belas, Menino Deus, Cidade Baixa, Azenha e Vila Assunção, a partir da meia-noite deste domingo. A programação começa às 6h55, com a competição dos cadeirantes e pessoas com deficiência. A partir das 7h, ocorre a largada da Maratona Masculina e Feminina, com tempo máximo de seis horas, seguida da Meia Maratona, com até três horas e meia de duração e, às 7h10, da Rústica, com uma hora e 30 minutos. A Maratoninha, tradicional corrida infantil, tem sua largada às 11h, no mesmo pórtico de chegada da Maratona.

Uma frente fria deixa o tempo instável em parte do Rio Grande do Sul nesta sexta-feira. Com o avanço da frente fria, a nebulosidade aumenta no Estado e existe a possibilidade de pancadas de chuva em algumas áreas. As precipitações devem atingir a Região Metropolitana, a Região Central, a Serra e o Litoral Norte ao longo do dia. Além disso, o frio vai ganhar força no Estado com o avanço de uma massa de ar polar, que começa a atuar no Rio Grande do Sul. No período da manhã já houve registro de mínimas abaixo dos 10ºC em cidades como Porto Alegre, Alvorada, Pelotas e Uruguaiana. O frio e a geada serão a tendência dos próximos dias no Rio Grande do Sul. É o que aponta o boletim meteorológico divulgado pela Secretaria da Agricultura, Pecuária e Desenvolvimento Rural. Na sexta-feira, o ingresso de ar seco e frio provocará o declínio das temperaturas no Rio Grande do Sul. Depois, no sábado e no domingo, a presença do ar seco e frio manterá o tempo firme e as temperaturas baixas, com mínimas negativas em algumas áreas e formação de geada na maioria das regiões.


Compartilhe: