Ouça no Meio-Dia: os casos da nova cepa do coronavírus no Estado e mais notícias da manhã

Confira as principais notícias da manhã desta sexta-feira, 03 de junho de 2022, no podcast Meio-Dia.

Compartilhe:

Ouça o podcast Meio-Dia também em outras plataformas:

Um trabalho de vigilância genômica detectou 25 casos de uma nova cepa do coronavírus no Rio Grande do Sul. O vírus apresenta uma mistura do genoma de duas linhagens da variante Ômicron: BA.1 e BA.2. Chamada de XQ, a cepa já tinha sido detectada em casos isolados em Santa Catarina, São Paulo e Minas Gerais. Porém, os dados de sequenciamento indicam que o Rio Grande do Sul é o primeiro estado onde há um ponto de transmissão local do vírus. Segundo a Fiocruz, os primeiros casos foram identificados em sequenciamento genético realizado pelo CEVS. Posteriormente, a Fiocruz e o LACEN realizaram outras detecções. Até o momento, não há indicação de que o vírus esteja associado a maior gravidade de casos, uma vez que a população apresenta boas taxas de vacinação e muitos já foram expostos a infecções prévias. No entanto, permanece necessário monitorar sua evolução, diz a Fiocruz.

A 25ª edição da Parada Livre de Porto Alegre, anteriormente marcada para este domingo, foi transferida para o próximo domingo, dia 12 de junho, devido à previsão de chuva na capital. A parada livre de Porto Alegre é realizada desde 1997 e reúne a população LGBTQIA+ e simpatizantes. O evento ocorrerá no Parque da Redenção e tem como tema este ano os dizeres “Contra o Ódio, Luta! Essa Bandeira é de Todes”. Para esta edição, estão previstos sete trios elétricos. Um deles será composto somente por homens trans. Outro destaque deste ano é a Rua dos Direitos. Nela, instituições e órgãos de apoio à diversidade vão auxiliar a população a aprender sobre seus direitos. Atividades de apoio à parada livre já ocorrem desde o último mês. Mais de duas dezenas de atividades foram organizadas por pequenos negócios parceiros, entre lançamentos de lanches, festas, drinques e promoções.

O Ministério da Saúde prorrogou a campanha nacional de vacinação contra a gripe e o sarampo até o dia 24 de junho. O prazo inicial para imunização dos grupos prioritários terminava nesta sexta-feira. Em comunicado, o governo diz que a intenção é aumentar a cobertura vacinal. Isso porque, segundo o Ministério da Saúde, 77 milhões de brasileiros estão nos grupos prioritários para a vacinação contra a gripe, mas, até o momento, 44% do público buscou a imunização. Segundo o Ministério da Saúde, estados e municípios poderão ampliar a campanha contra a gripe a partir do dia 25 de junho. O aumento da abrangência do público vai depender dos estoques de imunizantes contra o Influenza. Já o calendário da iniciativa contra o sarampo continua o ano inteiro. No Rio Grande do Sul, a Secretaria Estadual da Saúde ainda não se manifestou sobre a decisão do Ministério da Saúde.

Os bombeiros de Pernambuco encontraram em Camaragibe, na manhã desta sexta-feira, o corpo de Mércia Josefa do Nascimento, de 43 anos, a última pessoa desaparecida em meio a tragédia provocada pela chuva no Estado. Com isso, as buscas pelas vítimas foram encerradas. Ao todo, foram 128 mortos. A tragédia deixou 9.302 desabrigados e 31 cidades em situação de emergência. Pernambuco ainda convive com fortes chuvas nesta sexta-feira. Ruas ficaram alagadas no Recife e em várias cidades da Região Metropolitana, como Olinda e Jaboatão dos Guararapes. Mas, até o momento, não há registro de feridos ou vítimas. As equipes de resgate continuam em Camaragibe trabalhando para retirar o corpo da última vítima dos escombros na área onde uma barreira deslizou no dia 28 de maio.

Uma área de alta pressão atua sobre o Estado nesta sexta-feira. O tempo fica firme e com predomínio de sol entre poucas nuvens. As temperaturas se elevam um pouco mais em comparação aos dias anteriores. O sábado inicia com tempo firme em todas as regiões, mas entre a tarde e a noite uma área de baixa pressão favorece o avanço de novas instabilidades a partir da fronteira Oeste. As temperaturas seguem baixas pela manhã e em gradual elevação à tarde, por conta dos ventos que sopram do quadrante norte. A tendência é que no domingo as chuvas venham acompanhadas de temporais, com risco de volumes elevados.


Compartilhe: