Petrobras anuncia reajuste de 5,1% no litro da gasolina e de 14,2% no diesel

Os novos valores passam a ser cobrados a partir deste sábado (18) nas refinarias. Os preços do gás de cozinha serão mantidos no atual patamar, segundo a Petrobras.

Compartilhe:

A Petrobras anunciou, na manhã desta sexta-feira (17), um novo reajuste da gasolina e do diesel. Os novos valores passam a ser cobrados a partir deste sábado (18) nas refinarias. Os preços do gás de cozinha serão mantidos no atual patamar.

Conforme a estatal do petróleo, o o preço médio de venda de gasolina da Petrobras para as distribuidoras passará de R$ 3,86 para R$ 4,06 por litro. O último ajuste ocorreu em 11/03, há 99 dias.

Considerando a mistura obrigatória de 73% de gasolina A e 27% de etanol anidro para a composição da gasolina comercializada nos postos, a parcela da Petrobras no preço ao consumidor passará de R$ 2,81, em média, para R$ 2,96 a cada litro vendido na bomba. A variação será de R$ 0,15 por litro.

Para o diesel, o preço médio de venda da Petrobras para as distribuidoras passará de R$ 4,91 para R$ 5,61 por litro. O último ajuste ocorreu em 10/05, há 39 dias.

Considerando a mistura obrigatória de 90% de diesel A e 10% de biodiesel para a composição do diesel comercializado nos postos, a parcela da Petrobras no preço ao consumidor passará de R$ 4,42, em média, para R$ 5,05 a cada litro vendido na bomba. Uma variação de R$ 0,63 por litro.

A Petrobras diz que está realizando prática de preços competitivos e em equilíbrio com o mercado.”Ao mesmo tempo em que evita o repasse imediato para os preços internos da volatilidade das cotações internacionais e da taxa de câmbio, ou seja, evita o repasse das variações temporárias que podem ser revertidas no curto prazo”, afirmou a empresa por meio de nota.

“Dessa maneira, observando a evolução do mercado, foi possível manter os preços de venda para as distribuidoras estáveis por 99 dias para a gasolina e 39 dias para o diesel”, concluiu o boletim da estatal.


Compartilhe: