MP-RS denuncia filha e neto de idoso por homicídios e ocultação de cadáveres em Cachoeirinha

Rubem Affonso Heger e Marlene dos Passos Stafford Heger estão desaparecidos desde fevereiro. Polícia acredita que ambos foram mortos pela filha e pelo neto do idoso.

Compartilhe:

O MP-RS (Ministério Público do Rio Grande do Sul) em Cachoeirinha, na Região Metropolitana, denunciou duas pessoas pelo desaparecimento e presumível assassinato do casal de idosos Rubem Affonso Heger e Marlene dos Passos Stafford Heger. Eles foram vistos pela última vez no dia 27 de fevereiro de 2022.

Os réus são Cláudia de Almeida Heger e Andrew Heger Ribas, filha e neto de Rubem. Segundo a denúncia do promotor de Justiça Thomaz de La Rosa, eles foram até a casa das vítimas, na Vila Carlos Antônio, em Cachoeirinha, e cometeram o duplo homicídio. Depois, os acusados obstruíram a frente da garagem com colchões e colocaram os corpos das vítimas no interior de um Ford Fiesta para, na sequência, ocultar os cadáveres. Ambos não foram encontrados.

Rubem Affonso Heger e Marlene dos Passos Stafford Heger são considerados desaparecidos. Foto: arquivo da família / divulgação

Os denunciados ainda mataram a cachorra das vítimas, colocando o animal em uma caixa de gordura. Para o MP, os crimes tiveram motivação financeira. Os dois estão presos, acusados pelo duplo homicídio.

Cláudia foi denunciada por homicídio duplamente qualificado, motivo torpe e dissimulação; um homicídio triplamente qualificado, com dissimulação, motivo torpe e feminicídio; além de ocultação de cadáver, fraude processual, desacato e maus-tratos a animal doméstico.

Leia mais notícias sobre Ministério Público
Leia mais notícias sobre Cachoeirinha

Andrew foi denunciado por um homicídio duplamente qualificado, com dissimulação e motivo torpe; um homicídio triplamente qualificado, com dissimulação, motivo torpe e feminicídio; além de ocultação de cadáver, fraude processual, resistência e maus-tratos a animal doméstico.


Compartilhe: