Mãe e padrasto de criança que chegou morta à UBS em Alvorada são presos

O caso aconteceu em 31 de maio em Alvorada. A criança tinha 3 anos.

Compartilhe:
Foto: Divulgação / Polícia Civil

 

A mãe e o padrasto de uma criança de 3 anos que chegou morta a uma UBS (Unidade Básica de Saúde) em Alvorada, na Região Metropolitana de Porto Alegre, foram presos por tortura com resultado morte.

A ação da Polícia Civil aconteceu neste sábado (11). A mãe, de 24 anos, foi presa preventivamente no bairro Guajuviras, em Canoas. Já o padrastro, de 27, foi preso em Palhoça (Santa Catarina).

Segundo a polícia, os exames realizados na menina mostraram múltiplas lesões e fraturas, antigas e atuais, marcas de queimadura, e uma severa hemorragia abdominal.

A polícia ressaltou que a criança foi submetida a violência, ameaça, agressão física, privações, negligência e intenso sofrimento físico e mental, ao longo de mais de dois anos de relacionamento do casal.


Compartilhe: