Juventude perde para o Corinthians e segue no Z-4 do Campeonato Brasileiro

Com o resultado, o Juventude segue no Z-4. Os Jaconeros estão na 19ª colocação com 10 pontos conquistados

Compartilhe:

O Juventude perdeu para o Corinthians por 2 a 0 na tarde deste sábado (11). A partida foi realizada na Neo Química Arena, em São Paulo, e foi válida pela 11ª rodada do Campeonato Brasileiro. Os gols do Timão foram marcados por Adson, ainda nos primeiros minutos do jogo, e por Gustavo Mantuan, já na parte final do confronto.

Foi uma má atuação do Juventude, que viu sua estratégia frustrada logo aos dois minutos com o gol da equipe paulista. Ao longo da primeira etapa, os Jaconeros foram pouco agudos e iriam para o intervalo somente com dois chutes sem perigo em seu scout.

Na etapa final, as mudanças de Eduardo Baptista não foram o bastante para dar mais ofensividade à equipe de Caxias do Sul. O Corinthians, que jogou nada mais que o bastante para sair com a vitória, ainda conseguiu ampliar com Mantuan no quarto final do jogo.

O resultado torna a situação do Juventude preocupante, dado que a equipe não consegue emplacar boas atuações. A equipe de Caxias do Sul permanece no Z-4 e a perspectiva de saída não é boa.

Primeiro tempo

Não houve tempo para o Juventude se colocar no jogo. Com 2 minutos, o Timão abriu o placar com Adson. Ele mesmo iniciou a jogada tocando para Giuliano, que abriu para Real Ramos. O lateral cruzou por baixo e Adson, dentro da área, chutou para o gol.

O ritmo do Corinthians era forte. Aos 4, William conseguiu belo chute de média distância. Passou perto.

Os Jaconeros só conseguiram equilibrar as ações após os dez minutos. Mas muito em função da estratégia corinthiana de esperar e cadenciar um pouco mais.

Passada a metade do primeiro tempo o jogo seguia nesse ritmo. O Corinthians já não tinha o mesmo ímpeto, ao passo que o Juventude não tinha recursos para reagir.

As primeiras chances após os minutos iniciais foram novamente do Corinthians. Aos 32, Giuliano teve chute travado dentro da área. Na sequência, Adson chutou perto do gol.

Quem trouxe perigo mesmo foi o Corinthians, com Giuliano. Ele recebeu de Fábio Santos e arriscou de fora da área. Passou perto.

A primeira defesa de Cássio veio só aos 43, em cabeçada de Chico Kim. Já a primeira finalização do Juventude veio só poucos minutos antes, com Chico Kim. De muito longe e para fora. O Juventude era pouco agudo e efetivo.

Segundo tempo

O Timão voltou do intervalo disposto a conseguir logo o segundo gol e, assim, encaminhar a vitória.

Do lado do Juventude, Eduardo Baptista fez trocas, buscando intensificar o jogo pelos lados para acessar a dupla de centroavantes.

Aos 6, Renato Augusto já exigiu defesa de César. No rebote, Roger Guedes estava impedido.

Aos 18, próximo da área, William trouxe para o meio e chutou novamente com perigo. Na sequência, foi a vez de Roger Guedes chutar de dentro da área e a bola passar perto.

O Juventude tentava esporadicamente em bolas alçadas. Mas quase nada era criado.

Até que, aos 38, o Corinthians decretou a vitória. Du Queiroz fez bela jogada pelo meio e passou para Mantuan na direita. Ele dominou, chutou e a bola ainda bateu na trave antes de entrar. Não havia mais jogo para os Jaconeros.

Situação e próximo jogo

Com o resultado, o Juventude segue no Z-4. Os Jaconeros estão na 19ª colocação com 10 pontos conquistados. O próximo jogo do Juventude pelo Brasileiro é contra o Santos, na terça-feira (14), no Alfredo Jaconi. A partida será realizada às 21h30.

Escalações

Corinthians

Cássio; Rafael Ramos, Gil, Raul Gustavo e Fábio Santos; Du Queiroz; Giuliano (Roni), Adson (Gustavo Mantuan), Willian (Felipe Augusto) e Renato Augusto (Cantillo); Roger Guedes (Lucas Piton) –4-1-4-1Técnico: Vítor Pereira

Juventude

César; Paulo Henrique (Rodrigo Soares), Vitor Mendes, Rafael Forster e William Matheus; Jean Irmer (Moraes), Yuri Lima, Jádson, Chico (Bruninho), Marlon (Vitor Gabriel); Isidro Pitta (Óscar Ruiz) – 4-5-1Técnico: Eduardo Baptista

Arbitragem

Árbitro: Ramon Abatti Abel (SC)
Auxiliar 1: Kleber Lucio Gil (SC)
Auxiliar 2: Henrique Neu Ribeiro (SC)
Quatro árbitro: Ilbert Estevam da Silva (SP)
VAR: Rodrigo Nunes de Sá (RJ)


Compartilhe: