Hospital de Gravataí recebe certificação inédita de qualidade

Para certificar um hospital, os avaliadores da ONA percorrem a trajetória do paciente dentro da instituição.

Compartilhe:
Fachada do Hospital Dom João Becker. Foto: Divulgação

O Hospital Dom João Becker recebeu a certificação da ONA (Organização Nacional de Acreditação), que atesta a qualidade de processos assistenciais.

Considerada a principal avaliadora em hospitais brasileiros, a ONA é membro da ISQua (International Society for Quality in Health Care), entidade internacional que certifica o serviço de saúde em países como Estados Unidos, Canadá, França e Reino Unido.

Após uma criteriosa análise, o hospital de Gravataí passa a adotar o selo de “Acreditado” (ONA I), até abril de 2024. Em seus 62 anos de existência, é a primeira vez que o Hospital Dom João Becker recebe avaliação semelhante.

Segundo a assessoria de imprensa do hospital, na prática, a conquista consolida os avanços ocorridos, principalmente nos dois últimos anos, no que diz respeito ao atendimento de pacientes.

Para certificar um hospital, os avaliadores da ONA percorrem a trajetória do paciente dentro da instituição, avaliando cada ponto da jornada, desde a entrada na emergência até o pós-operatório, por exemplo.

“Nesse processo eles indicam quais são as oportunidades de melhoria para qualificar ainda mais a experiência do paciente”, explica o diretor médico do Hospital Dom João Becker, Fernando Issa.

De acordo com o diretor, o atendimento de dor torácica e acidente vascular encefálico, por estarem entre as principais causas de mortes em todo o mundo, foram os escolhidos para serem avaliados a fundo pelos profissionais da ONA. Além delas, outros protocolos foram analisados.

“A conquista da ONA vem a coroar o nosso empenho, mas nos desafia ainda mais. Temos consciência do papel da Santa Casa na construção de uma saúde pública de qualidade Gravataí e vamos usar a nossa experiência, construída ao longo de 219 anos, nessa missão”, finaliza o superintendente Antonio Weston.

Leia mais notícias da Região Metropolitana 


Compartilhe: