Golpe do cartão: nove são presos em ação contra quadrilha que agia contra idosos de Santa Maria

Cinco idosos foram vítimas da quadrilha e tiveram prejuízo somado de cerca de R$ 80 mil.

Compartilhe:

A Polícia Civil prendeu, no estado de São Paulo, nove pessoas envolvidas na prática de duas modalidades distintas do “golpe do cartão”. Todos os investigados são paulistas, mas agiam contra idosos que moravam em Santa Maria, na região Central do Rio Grande do Sul.

Foram cumpridos 12 mandados de busca e apreensão na chamada “Operação Stellios”. Foram apreendidos celulares, cartões bancários, documentos, etc. Todos os investigados são paulistas. Quatro investigados seguem foragidos.

No total foram cinco vítimas, com prejuízo aproximado de R$ 80 mil. Embora a investigação trate de dois tipos de golpe, os casos correm no mesmo inquérito policial porque a polícia identificou que os beneficiárioseram os mesmos indivíduos.

A investigação iniciou em 2021, quando foi instaurado inquérito com três ocorrências policiais para investigar o estelionato sob a modalidade “golpe do cartão clonado virtual”. Os criminosos diziam que a vítima precisa ir a um caixa eletrônico para realizar o bloqueio do cartão quando, na verdade, estava liberando um cartão virtual, onde eram feitas as compras. Neste caso, as três vítimas eram correntistas do Banrisul.

Em outra modalidade do mesmo golpe, os idosos recebiam uma ligação para confirmar uma suposta compra. Com a negativa do idoso, os ladrões diziam que o cartão havia sido clonado. Na sequência, afirmavam que o idoso tinha que entregar o cartão e a senha para um motoboy.


Compartilhe: