Enem 2022 – Como se preparar para a redação?

Além das provas objetivas, a redação traz uma preocupação a mais, porque nesse momento os estudantes também precisam ser objetivos.

Compartilhe:

Parece cedo, mas a corrida para o Enem (Exame Nacional do Ensino Médio) 2022 começou e, para quem quer ter um bom resultado, há muita coisa a ser feita até novembro, mês em que as provas são realizadas.

Estudantes que se antecipam e começam a maratona de estudos extras têm mais chances de desenvolver uma redação nota mil.

Além das provas objetivas, a redação traz uma preocupação a mais, porque nesse momento os estudantes também precisam ser objetivos, seja na construção do texto, no tema proposto, na exposição das ideias, ou na finalização do conteúdo. Não há como prever o tema, mas é possível se preparar para se posicionar.

Cleuza Cecato, professora de língua portuguesa e especialista em redações do Enem, traz dicas importantes para um bom desempenho no texto que é dissertativo-argumentativo. A regra para lidar com a opinião não é observar apenas certo e errado, mas saber justificar o que se afirma.

A professora lembra que não é possível desenvolver um bom texto sem estar bem informado. Além disso, ela aconselha os estudantes a consultarem as orientações da cartilha do Inep (Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais), que revela muito sobre o que será exigido em todas as provas do Enem.

Cleuza ainda faz um alerta aos estudantes. “É importante estar atento às notícias, para poder ter argumentos atuais para exemplificar os temas”, ressaltou.

“Mas é imprescindível utilizar referências de portais de notícias com credibilidade. A internet é nossa aliada quando temos informações que nos fazem pensar. Fiquem atentos às fake news e procurem fontes de informações seguras. Com relação à cartilha do Inep, é essencial ler e entender. Vai auxiliar não somente nas redações, mas em todas as áreas do conhecimento”, completou.

Continuando com as dicas, a professora diz que a introdução do texto chama a atenção dos examinadores, mas se não houver uma finalização que faça sentido, percebe-se que o projeto de texto não foi elaborado de maneira estratégica.

De acordo com Cleuza, a soma da vivência que o estudante tem durante esse período de preparação para todas as provas do Enem pode ajudar muito no desenvolvimento do tema.

“A fórmula para uma boa redação é cuidar que tenha início, meio e fim com o mesmo peso. Para isso, é necessário ler muito a fim de aumentar o vocabulário, definir seu estilo de texto, procurar palavras chaves do enunciado, procurar citar teóricos que ajudem a explicar o problema discutido. Lembre-se: solidariedade, cooperação e vida em sociedade humanizam o texto e completam a receita para uma redação de excelência”, concluiu a professora.


Compartilhe: