Copom se reúne nesta quarta-feira e taxa Selic pode ir a 13,25% ao ano

Caso seja confirmado, este será o décimo primeiro aumento seguido do juro básico da economia brasileira.

Compartilhe:

O Comitê de Política Monetária do Banco Central, o Copom, se reúne nesta quarta-feira para definir a taxa básica de juros da economia, a Taxa Selic. A expectativa do mercado financeiro é que a Selic seja elevada em 0,5 ponto percentual, indo para 13,25% ao ano.

Caso seja confirmado, este será o décimo primeiro aumento seguido do juro. A elevação também levará a taxa ao maior patamar desde dezembro de 2016, quando estava em 13,75% ao ano.

O objetivo do Banco Central com a alta no juro é conter o aumento da inflação. O IPCA (Índice de Preços ao Consumidor Amplo), índice que mede a inflação oficial do país, ficou em 0,47% em maio, o que aponta uma desaceleração na comparação com o mês anterior. Porém, houve acúmulo de 11,73% em doze meses.

Para o ano, o mercado financeiro e o Banco Central preveem a inflação de quase 8,89%. Se confirmado, será o segundo ano seguido em que não será atingida a meta de inflação, fixada em 3,5%. Ela é considerada cumprida se o índice oscilar de 2% a 5%.


Compartilhe: