Após crise, Inter vence o Bragantino e põe fim à sequência de empates no Brasileiro

Esta foi a  primeira partida após a crise envolvendo a reclamação dos jogadores de não pagamento de direitos de imagem por parte da direção do Colorado

Compartilhe:

O Inter venceu o Bragantino por 2 a 0 pela 9ª rodada do Campeonato Brasileiro. A partida foi realizada no Nabi Abi Chedid,  em Bragança Paulista. Os gols foram marcados por Johnny e De Pena. Esta foi a  primeira partida após a crise envolvendo a reclamação dos jogadores de não pagamento de direitos de imagem por parte da direção do Colorado.

Mano Menezes fez algumas alterações. Taison, um dos personagens centrais dos acontecimentos recentes, começou no banco. Além dele, De Pena deu lugar a Gabriel. O Inter foi inferior ao Bragantino durante boa parte do primeiro tempo e, depois, só foi realmente acordar para partida nos minutos finais da etapa final.

E justamente em um momento em que o Inter parecia confortável com o empate. O primeiro gol, já aos 50, foi marcado por Johnny, que entrou justamente para dar sangue novo ao setor defensivo. No lance final, Alemão sofreu pênalti e De Pena cobrou para decretar a vitória vermelha.

Leia mais notícias sobre Inter

Primeiro tempo

A equipe de Bragança Paulista começou melhor. Aos 44 segundos o Bragantino teve uma bola que tocou no poste. No lance seguinte, Natan cabeceou e Daniel fez a primeira grande defesa do jogo. 

O Bragantino apertava com muita força a marcação. O Inter tinha dificuldade em obter uma sequência de passes. 

O Bragantino tinha bom volume. Aos 16, Ytalo cruzou, Vitão falhou e Artur chutou com desvio para escanteio. Depois, na metade da primeira etapa, eram 5 finalizações do Bragantino e nenhuma do Inter. Porém, faltava à equipe paulista ser mais efetiva.

Aos 26, em uma escapada do Inter, Lomónaco acertou o pescoço de David e recebeu amarelo. Após esse lance o Inter começou a conseguir segurar melhor a equipe paulista.

Aos 32, porém, Helinho cabeceou na trave. Eram 8 a 0 em finalizações. Aos 41, veio o primeiro chute do Inter, com David, sobre o gol. Depois, já aos 47, Alan Patrick fez boa jogada mas finalizou mal da entrada da área.

O primeiro tempo acabou com o Inter competindo um pouco mais. Porém, as chances ainda eram escassas. 

Segundo tempo

O Inter voltou do intervalo sem alterações, mas indicava que estaria mais ligado no segundo tempo. Já nos primeiros minutos, Mercado cabeceou para fácil defesa de Cleiton. Aos 15, Wanderson cruzou. Porém, novamente a bola foi nas mãos do goleiro.

Barbieri fez trocas para melhorar a condição do Bragantino no jogo. Mano respondeu com Alemão e De Pena nos lugares de David e Dourado.

A partir dos 30, o Inter começou a dar sinais de que entraria na partida. Aos 34, Wanderson quase marcou. Aos 37, Taison foi para o jogo no lugar de Alan Patrick.

Aos 43, vieram as trocas que decidiram a partida. Mano colocou Maurício e Johnny, nos lugares de Edenilson e Wanderson. Aos 50, De Pena cruzou da esquerda para Maurício, que escorou para Johnny chutar para o gol.

Já aos 52, ainda houve tempo para Alemão sofrer um pênalti e De Pena bater e trazer paz ao ambiente colorado.

Coletiva

Em sua fala, Mano Menezes destacou que a não realização de um dos treinos durante a semana ocorreu de comum acordo e disse: “Não tive muito trabalho para que ficássemos focados no mais importante que é dentro de campo” e concluiu dizendo que “temos que saber conviver com essas questões e não perder o foco no futebol”, ressaltou.

Situação e próximo jogo

Com o resultado, o Inter vai a 14 pontos e é o 7º colocado na competição nacional, subindo cinco posições. O próximo jogo do Inter pelo Brasileiro é contra o Santos, na quarta-feira (8). A partida será realizada na Vila Belmiro, às 21h30.

Escalações

Bragantino

Cleiton; Aderlan (Andrés Hurtado), Kevin, Natan e Luan Cândido; Raul, Lucas Evangelista; Artur (Bruno Tubarão), Praxedes (Alerrando) e Helinho (Sorriso); Ytalo (Hurtado) –4-2-3-1Técnico: Maurício Barbieri

Inter

Daniel; Bustos, Vitão, Mercado e Renê; Dourado (Carlos de Pena), Gabriel, Edenilson (Johnny), Alan Patrick (Taison) e Wanderson (Maurício); David  (Alemão) –4-2-3-1Técnico: Mano Menezes.

Arbitragem

Árbitro: Wagner do Nascimento Magalhães (RJ),
Auxiliar: Michael Correia (RJ)
Auxiliar: Daniel do Espirito Santo (RJ) 
VAR: Adriano Milczvski (PR)


Compartilhe: