Quarteto de Violoncelos é atração da Série Música de Câmara da Ospa neste domingo

A Sala de Recitais da Casa da Ospa recebe o espetáculo, que tem entrada franca, por ordem de chegada.

Compartilhe:
Foto: Divulgação

 

Integrante fundamental do naipe das cordas, o violoncelo é a estrela do próximo recital da Série Música de Câmara da Ospa (Orquestra Sinfônica de Porto Alegre).

Quatro músicos da orquestra reúnem seus instrumentos no próximo domingo (22), às 18h, para fazer um passeio pela música brasileira do século XX. A Sala de Recitais da Casa da Ospa recebe o espetáculo, que tem entrada franca, por ordem de chegada.

A apresentação reúne pela primeira vez os violoncelistas da Ospa Diego Biasibetti, Murilo Alves, Rodrigo Alquati e Tácio Cesar Vieira.

O grupo selecionou sete obras de grandes nomes da música nacional, começando por “Canto do Menestrel”, de Ernst Mahle (1929-), compositor alemão radicado no Brasil há mais de 70 anos e vencedor do prêmio Açorianos 2019 na categoria Compositor.

Em seguida, o quarteto viaja por variados ritmos brasileiros, como toada, choro e baião, presentes nas “Cinco Miniaturas Brasileiras”, de Edmundo Villani-Côrtes (1930-).

O programa traz uma amostra das célebres “Bachianas Brasileiras”, de Heitor Villa-Lobos (1887-1959): o segundo movimento (modinha) da primeira obra do ciclo, cuja versão original foi escrita para a formação de oito violoncelos.

Outro compositor apaixonado pelo instrumento foi Tom Jobim (1927-1994), que está representado no recital por “Luiza” e “Canta, Canta Mais”.

A apresentação inclui ainda duas obras de Ernani Aguiar (1950-), “Quatro Momentos n°3”, na versão para quarteto de violoncelos do músico gaúcho Hugo Pilger, e “Violoncelada”, em arranjo original.

 


Compartilhe: