Ouça no Meio-Dia: o prazo para emitir ou regularizar título de eleitor e mais notícias da manhã

Confira as principais notícias da manhã desta segunda-feira, 02 de maio de 2022, no podcast Meio-Dia.

Compartilhe:

Ouça o podcast Meio-Dia também em outras plataformas:

Termina nesta quarta-feira o prazo para emitir ou regularizar o título de eleitor. O mesmo prazo vale para quem quiser transferir o domicílio eleitoral, mudando o município onde vota. A Justiça Eleitoral também permite a inclusão do nome social para transexuais e travestis. E a data também vale para idosos e pessoas com mobilidade reduzida solicitarem a transferência do local de votação para uma seção acessível. Todos esses processos podem ocorrer de forma online através do site tse.jus.br. Pela plataforma on-line o eleitor pode até pagar multas eleitorais atrasadas e solicitar a revisão de dados no caso de título cancelado. Por causa da pandemia, o TSE suspendeu o uso de biometria nas seções eleitorais.

Porto Alegre começa uma nova etapa na vacinação contra a gripe nesta segunda-feira. Após a imunização de idosos, crianças e trabalhadores da saúde, o município passa a atender outros públicos. Ao todo, 124 unidades de saúde atendem ao público de segunda a sexta-feira. Endereços e horários de funcionamento estão disponíveis no site da prefeitura. Integrantes dos grupos da primeira fase que ainda não foram vacinados podem ser atendidos normalmente. Além disso, não há necessidade de aguardar um intervalo entre a vacina da gripe e qualquer outra. A exceção são as crianças de cinco a 11 anos de idade, que precisam aguardar 15 dias entre as doses das vacinas contra o coronavírus e a influenza. Esta fase da campanha está prevista para ocorrer até 3 de junho. Na Capital.

Ao menos sete pessoas morreram em acidentes de trânsito entre a tarde e a noite de domingo no Rio Grande do Sul. O primeiro ocorreu na ERS-287, em Montenegro, por volta das 18h30 da tarde. Um carro e um ônibus bateram de frente. Duas pessoas morreram. Por volta das 19h, uma idosa de 71 anos morreu atropelada no quilômetro 19 da BR-392, em Rio Grande. Cerca de uma hora depois, um outro acidente entre carro e ônibus. Dessa vez foi na ERS-332, em Tapera. Morreu no local o condutor de um Gol. Ele não foi identificado. Em Viamão, um motociclista morreu após tentar ultrapassar um veículo e bater em outro, que estava estacionado. O acidente ocorreu no bairro Santa Isabel. O condutor da moto morreu no local. Por fim, duas pessoas morreram em um acidente na BR-386, em Frederico Westphalen, na região Norte. O condutor de um Chevrolet Vectra perdeu o controle da direção. O carro saiu da pista e bateu numa árvore. Motorista e passageiro morreram no local.

O Banco Central informou que o nível de atividade da economia brasileira registrou expansão em fevereiro, após recuo no início do ano. O Índice de Atividade Econômica, IBC-Br, considerado uma prévia do PIB, teve alta de 0,34% em fevereiro na comparação com o mês anterior. Na comparação com fevereiro do ano passado, o indicador registrou crescimento de 0,66%. O IBC-Br é divulgado no contexto da desaceleração da economia, que se deve à alta da inflação e da taxa básica de juros, além do impacto da guerra na Ucrânia. Para este ano, o mercado financeiro estima uma alta de 0,65%, o que representa uma forte desaceleração em relação ao crescimento de 4,6% de 2021.

A semana começa com tempo instável no Rio Grande do Sul. Segundo a previsão, as áreas de instabilidade vão provocar ventos intensos e pancadas fortes de chuva na Região Central, na Região Metropolitana, na Região Noroeste, na Região Norte e no Litoral Norte ao longo do dia. Quanto à temperatura, após uma manhã de frio, o clima fica ameno no Estado. A partir da terça-feira, um ciclone extratropical começa a se formar em território gaúcho. Na quarta-feira, o ciclone se intensifica enquanto se desloca para o litoral de divisa entre Rio Grande do Sul e Santa Catarina. O prognóstico aponta fortes rajadas de vento, grandes volumes de chuva e agitação marítima, com ressaca na costa dos dois Estados. O ciclone extratropical atingirá todo o Rio Grande do Sul, mas será mais intenso no Litoral, na Serra, nos Campos de Cima da Serra e na Região Metropolitana.


Compartilhe: