Inter empata com o Guaireña pela Sul-Americana e vai decidir vaga nas oitavas em dois jogos no Beira-Rio

Com o resultado, as duas equipes equipes lideram o Grupo E, com seis pontos. O Guaireña leva vantagem pelo número de gols marcados

Compartilhe:

Após sair perdendo em um pênalti duvidoso, o Inter buscou o resultado e acabou empatando em 1 a 1 com o Guaireña-PAR pela Sul-Americana. O jogo era válido pela quarta rodada do Grupo E da competição continental e foi disputado no Defensores del Chaco, em Assunção. O Inter decide a vaga na próxima fase, agora, em dois jogos no Beira-Rio.

Na partida, o Inter teve mais volume, mas, principalmente na segunda etapa, não soube aproveitar as oportunidades que criou. Mano Menezes escalou o time com nomes semelhantes aos dos últimos jogos, mas com uma novidade – Maurício aberto na extrema pelo lado esquerdo, e Wanderson na direita.

A parte central do meio de campo foi composta por um tripé formado por Gabriel, Edenilson pela direita e De Pena na esquerda. Na defesa, Méndez e Mercado compuseram o desfalcado setor colorado. Alemão foi novamente titular no ataque.

Na primeira etapa, o Inter teve mais a bola, completando o tempo com mais de 70% de posse de bola. Finalizações, porém, foram apenas três. O Guaireña apostava em escapadas, e em uma delas, conseguiu o pênalti que abriu o placar na partida.

No segundo tempo, o Inter foi todo ataque e encontrou o gol em uma bela jogada combinada. Mano fez alterações, o Inter criou e, depois, terminou o jogo tentando o abafa. O gol, porém, não saiu.

Primeiro tempo

O jogo começou igual. O Inter apostava principalmente em jogadas pelo lado direito, com Edenilson. O primeiro chute, no entanto, veio da esquerda, com De Pena, aos 12. Passou perto.

As duplas Maurício-De Pena e Wanderson-Edenilson aos poucos iam se encontrando. O time paraguaio reagia como podia em escapadas. Em um escanteio, aos 22, Salinas cabeceou junto à trave.

Aos 30, o juiz marcou pênalti no mínimo discutível para o Guaireña. Em um ataque da equipe paraguaia que pegou a defesa do Inter voltando, Bruno Méndez disputou a bola com Villagra e o árbitro viu a penalidade. Mario Otazú cobrou e fez.

Atrás no placar, Mano tentou mudar. Inverteu os pontas, mas o primeiro tempo terminou sem gol do Inter.

Segundo tempo

Mano Menezes voltou do intervalo com Dourado e David nos lugares de Gabriel e Mauricio. E assustou com David logo no início. Aos 51, o empate, com Wanderson. Após bela jogada tramada, Renê cruzou rasteiro e o recém contratado igualou o placar.

No lance seguinte, o juiz expulsou Joel Jiménez, do Guaireña, após ele parar um contra-ataque puxado por David. O Inter ganhou confiança. Bustos perdeu um gol de frente para o goleiro. Mais tarde, Alemão teve uma chance de cabeça. Sua última oportunidade no jogo antes de dar lugar a Wesley Moraes.

O Inter seguia no ataque. David perdeu um gol dentro da área aos 25. O camisa 17 era um dos jogadores mais acionados do ataque colorado.

Mano queria o gol. Colocou Caio Vidal no lugar de Wanderson. Em sua primeira jogada ele perdeu uma boa chance. Depois foi a vez de Dourado perder gol cara a cara. O Inter estava perto do gol da virada. O goleiro Escobar era o destaque da partida. Mano ainda colocou Estêvão no lugar de De Pena.

Os minutos finais foram de abafa, mas o gol não saiu.

Situação e próximos jogos

Com o resultado, o Inter é vice-líder do Grupo E da Sul-Americana, com seis pontos, mesma pontuação do Guaireña, que é líder por ter um gol a mais que o Colorado na competição. O Inter tem agora dois jogos no Beira-Rio para encaminhar a classificação para a fase de oitavas de final. O primeiro deles é contra o Independiente Medellín, na terça-feira (17), às 19h15.

Antes disso, o Inter tem o juventude no domingo (8), às 19h, no Alfredo Jaconi. E, depois, no sábado (14), contra o Corinthians, às 19h, no Beira-Rio. Ambos os jogos serão válidos pelo Campeonato Brasileiro, do qual o Inter é 8º colocado, com 7 pontos.

Escalações

Guaireña

Escobar; Giménez, Paniagua, Ruiz e Jiménez; Santacruz (Toledo) e Aguillar; Caceres, Villagra (Duarte) e Otazú; Ayala (Caceres) –4-2-3-1Técnico: Troadio Duarte

Inter

Daniel; Bustos, Mercado, Bruno Méndez e Renê; Gabriel (Dourado); Edenilson, Mauricio (David), Wanderson (Caio Vidal) e De Pena (Estêvão); Alemão (Wesley) –4-1-4-1Técnico: Mano Menezes

Arbitragem

Árbitro: Cristian Garay (CHI)
Auxiliar: Alejandro Molina (CHI)
Auxiliar: Miguel Rocha (CHI)


Compartilhe: