Inter: Edenilson se manifesta sobre caso de racismo

Edenilson lamentou a postura do jogador adversário de permanecer negando que havia sido racista.

Compartilhe:

O meia Edenilson, do Inter, se manifestou sobre a acusação de racismo cometido pelo lateral Rafael Ramos, do Corinthians, durante o jogo entre as duas equipes na noite de sábado (14) no Beira-Rio.

Edenilson lamentou a postura do jogador adversário de permanecer negando que havia sido racista, mesmo após conversa no vestiário. Após o jogo, ainda no Beira-Rio, o jogador colorado prestou queixa para a Polícia Civil, que colheu depoimentos sobre o episódio.

“Eu sei o que eu ouvi. (…) Eu procurei o atleta para que ele assumisse e me pedisse desculpas, afinal todos erramos e temos o direito de admitir no meu modo de ver as coisas. Mas ele continuou a dizer que eu havia entendido errado. Eu não entendi errado, procurei pelo respeito que tenho por alguns integrantes do Corinthians e para que ele pudesse ter uma chance de se redimir”, afirmou Edenilson.

“Provavelmente não reagi da forma que deveria, pois foi a primeira vez que aconteceu comigo e me incomoda chamar atenção de outra forma que não seja jogando. Ser xingado pelo tom da minha pele, minha reação foi não paralisar a partida pois o jogo estava bom e ao mesmo tempo eu não queria que tomasse a proporção que tomou justamente por nunca ter passado por isso”, disse em nota.

A partir desta segunda-feira (16) o caso ganhará novos desdobramentos. Conforme a delegada Ana Luiza Caruso, responsável pela 2ª Delegacia de Polícia Civil de Porto Alegre, será acionado o IGP (Instituto Geral de Perícias) para a realização de uma leitura labial, avaliando as imagens.


Compartilhe: