Contra o Atlético-GO, Inter mantém sequência de empates no Campeonato Brasileiro

O Inter saiu na frente na primeira etapa, com Wanderson. Mas Churín, ele mesmo, empatou no segundo tempo.

Compartilhe:

O Inter empatou em 1 a 1 com o Atlético-GO na partida que restava para ser jogada da 8° rodada do Campeonato Brasileiro. A partida foi disputada no Beira-Rio na fria noite desta segunda-feira (30). O Inter saiu na frente na primeira etapa, com Wanderson. Mas Churín, ele mesmo, empatou no segundo tempo.

No início, quando Wanderson abriu o placar, parecia que ia ser tranquilo. Porém o Inter não sustentou a superioridade. Desde os primeiros minutos após o gol, mostrava dificuldades em assustar nos contra-ataques. A equipe goiana bloqueava bem as transições coloradas, o que provoca toques precipitados do Inter.

No segundo tempo, Mano não conseguiu reverter o quadro e, ao contrário, em um determinado momento suas trocas passaram a fazer mal para o Inter. O gol de Churín deu ares tragicômicos na partida. Para piorar, os minutos finais foram de pressão do Atlético-GO, que poderia ter saído com a vitória.

Primeiro tempo

O jogo começou disputado. O Inter conseguiu a primeira finalização aos 5, com Alan Patrick. Aos 9, foi a vez de De Pena fazer o goleiro Ronaldo trabalhar. O Inter já era melhor na partida.

Até que aos 11, em uma escapada, Alan Patrick encontrou Wanderson que, de canhota, colocou nas redes.

O Atlético respondeu na sequência, com Churín, após saída errada de Bustos. No lance seguinte, Gabriel Baralhas acertou o travessão. 

O Inter segurou um pouco o ímpeto, enquanto a equipe goiana tentava, sem muito sucesso, organizar a pressão. Aos 26, Cadorini teve uma oportunidade de conclusão, mas parou no goleiro.

O Atlético começou a ter mais domínio das ações, obtendo vantagem nas disputas de bola. Porém sem boas conclusões. Os contra-ataques do Inter não encaixavam.

Aos 37, Daniel fez uma defesaça em chute frente à frente de Wellington Rato. Aos 43, foi a vez de Ramon exigir boa defesa de Daniel. No lance seguinte, novamente Ramon cabeceou perto do gol. 

O primeiro tempo acabou com o Inter em desvantagem na partida. O Atlético causava perigo, ainda que parasse na defesa colorada.

Segundo tempo

Mano Menezes voltou do intervalo com Taison no lugar de Cadorini, que teve atuação apagada no primeiro tempo. Aos 4, o camisa 7 já conseguiu o primeiro chute. 

Mas, nos primeiros minutos, o cenário do fim do primeiro tempo seguia. A equipe goiana marcava bem o Inter, que tinha dificuldades em trocar passes desde a defesa.

Mano viu a necessidade de mudar. Entraram Pedro Henrique e David nos lugares de Alan Patrick e De Pena. Mas quem chegou, aos 22, foi o Atlético. Daniel apareceu de novo para salvar.

O Inter segurava as ofensivas adversárias, mas pecava nos contra-ataques. Houve passes errados e transições lentas. O Atlético tomou conta do jogo.

Até que aos 33, Léo Pereira cruzou de direita e achou Churín livre no meio da zaga colorada. Ele só teve o trabalho de cabecear para as redes. Foi o primeiro gol do atacante pelo Dragão. Além disso, o argentino não marcava há 389 dias.

E, para piorar, os minutos finais foram de pressão do Atlético. Aos 42, Bruno Méndez tirou em cima da linha. Depois, já aos 47, Wellington Rato mandou na trave. O jogo acabou no sufoco e com muitas vaias dos 11.050 torcedores que foram ao Gigante da Beira-Rio.

Situação e próximo jogo

Com o resultado, o Inter vai a 11 pontos e fica na 12ª colocação da competição nacional. O próximo jogo do Inter é pelo Brasileirão. O Colorado enfrenta o Red Bull Bragantino no próximo domingo (5). A partida será realizada no Nabi Abi Chedid, em Bragança Paulista, às 19h.

Escalações 

Inter

Daniel; Bustos, Bruno Méndez, Vitão e Renê; Rodrigo Dourado e De Pena (Pedro Henrique); Edenilson Alan Patrick (David) e Wanderson (Wesley Moraes); Matheus Cadorini (Taison) –4-2-3-1Técnico: Mano Menezes

Atlético-GO

Ronaldo; Hayner, Wanderson, Ramon Menezes e Jefferson (Arthur Henrique); Gabriel Baralhas (Shaylon), Marlon Freitas e Jorginho (Rickson); Airton (Léo Pereira), Churín e Wellington Rato –4-3-3Técnico: Jorginho

Arbitragem

Árbitro: Marcelo de Lima Henrique (CE)
Auxiliar: Naílton Oliveira (CE)
Auxiliar: Renan Aguiar da Costa (CE)
VAR: Wagner Reway (PB)


Compartilhe: