Inferior em toda a partida, Juventude é goleado em casa pelo Palmeiras no Brasileiro

Palmeiras foi superior durante toda a partida

Compartilhe:

O Juventude perdeu por 3 a 0 para o Palmeiras na noite deste sábado (21), no Alfredo Jaconi, em jogo válido pela 7ª rodada do Campeonato Brasileiro. E não deu nem para sonhar. No decorrer da partida, o público que compareceu ao Jaconi nesta noite fria para apoiar o Juventude não pode em nenhum momento ter uma verdadeira esperança, dada a superioridade da equipe Paulista.

Além disso, se o jogo por si só já era difícil, é importante lembrar que o Juventude foi a campo com uma série de desfalques. O técnico Eduardo Baptista não pode contar com Chico Kim, Paulinho Moccelin, Paulo Miranda, Marlon, Capixaba e Edinho. O resultado foi um time praticamente sem poderio durante quase toda a partida.

Após ensaiar uma pressão nos primeiros cinco minutos, a equipe de Caxias do Sul viu o Palmeiras sair na frente em seu primeiro ataque, logo aos 8. Atordoado, o Juventude não mais conseguiu produzir, enquanto o Verdão entrou no ritmo do jogo e, aos poucos, foi construindo o placar.

No segundo tempo, o goleiro César foi o grande destaque dos Jaconeros, pois impediu que o placar se dilatasse ainda mais. O terceiro gol do Palmeiras, já aos 46, selou uma vitória incontestável de uma equipe que, neste momento, está em outro patamar em relação não só ao Juventude, mas também a maioria dos clubes da Série A.

Primeiro tempo

O Juventude não se intimidou e começou a partida tentando pressionar o Palmeiras. Aos 3, já conseguiu uma cabeçada com Óscar Ruiz.

Mas o Palmeiras não falha. Aos 8, na primeira subida da equipe paulista ao ataque, Zé Rafael recebeu passe de Dudu e finalizou de esquerda para o gol. Verdão em vantagem.

O Juventude demorou alguns minutos para se recolocar na partida. A pressão de início já não era a mesma, ao mesmo tempo em que o Palmeiras ganhou confiança e assumiu o controle da partida.

Aos poucos, as individualidades palmeirenses iam se mostrando. Scarpa arriscou belo chute de fora da área aos 17. Passou perto. Aos 22, novamente Scarpa, dessa vez de cabeça, finalizou sobre o gol.

Aos 30, após um escanteio cobrado por Scarpa, o Palmeiras foi vencendo disputas no ar até a bola chegar em Roni, que colocou nas redes. O Palmeiras fazia 2 a 0 com larga vantagem técnica na partida.

Antes do fim do primeiro tempo, o Juventude esfriou a cabeça, se reorganizou e conseguiu duas finalizações. Aos 44, com Óscar Ruiz de dentro da área, após jogada ensaiada de bola parada. Mas o jogador pegou mal. E depois ainda houve tempo tempo para Vitor Mendes cabecear sobre o gol.

Segundo tempo

O Juventude voltou do intervalo disposto a reagir. Aos 4, Óscar Ruiz conseguiu um chute que parou em Weverton. Mas os Jaconeros não chegavam a pressionar, enquanto o Palmeiras administrava pacientemente, escapando em contra-ataque sempre que possível.

Aos 12, Scarpa bateu falta com a perna esquerda e exigiu defesa difícil de César. Scarpa era o jogador mais criativo da partida. Era a principal via de ataque da equipe de Palestra Itália.

No meio da primeira etapa, o jogo estagnou um pouco. O Palmeiras estava satisfeito, ainda que parecesse que a qualquer momento poderia fazer o terceiro. O Juventude tinha vontade, mas não produzia.

Abel Ferreira começou a fazer trocas. E era o Palmeiras que assustava. Scarpa, de novo ele, aos 28, arriscou de longe. César defendeu. Aos 30, Breno Lopes chutou de dentro da área. De novo, César. Aos 38, Danilo soltou o canhotaço de longe e César, o destaque do Juventude na partida, espalmou para fora.

Aos 40, a melhor chance do Juventude até então. Em um escanteio, William Matheus desviou de cabeça, os jogadores da equipe gaúcha entraram para definir, mas Marcos Rocha tirou quase em cima da linha.

Mas aos 46, o Palmeiras selou a vitória. Gabriel Menino cruzou da esquerda, a bola atravessou a área, passando por todo o mundo, e foi parar dentro do gol. Um merecido 3 a 0.

Situação e próximo jogo

O Juventude tem apenas 6 pontos no Brasileiro e está na 18ª colocação, ou seja, é o segundo time do Z-4. O próximo jogo do Juventude pelo Brasileiro é no próximo sábado (28), às 20h30, contra o Fortaleza, no Castelão.

Escalações

Juventude

César; Rodrigo Soares (Gabriel Tota), Vitor Mendes, Rafael Forster e William Matheus; Jean (Ricardo Bueno), Jadson, Yuri (Bruninho) e Oscar Ruiz (Vitor Gabriel); Guilherme Parede (Paulo Henrique) e Isidro Pitta – 4-4-2Técnico: Eduardo Baptista

Palmeiras

Weverton; Marcos Rocha, Kuscevic, Murilo e Jorge; Danilo, Zé Rafael (Atuesta) e Gustavo Scarpa (Wesley) ; Dudu (Gabriel Menino) , Rafael Navarro (Breno Lopes) e Rony (Naves) –4-3-3Técnico: Abel Ferreira

Arbitragem

Árbitro: Marcelo de Lima Henrique (CE)
Auxiliar: Nailton Junior de Sousa Oliveira (CE)
Auxiliar: Márcia Bezerra Lopes Caetano (RO)
Quarto Árbitro: Anderson da Silveira Farias (RS)
VAR: Emerson de Almeida Ferreira (MG)


Compartilhe: