Festival Ospa pelo Mundo celebra a cultura francesa

Em sua primeira edição, o Festival Ospa pelo Mundo promoverá uma tarde repleta de atividades culturais relacionadas à França.

Compartilhe:
Foto: Fábio Alt/Divulgação

 

A Ospa (Orquestra Sinfônica de Porto Alegre) e a Aliança Francesa se uniram para realizar um evento inédito no dia 14 de maio na Capital.

Em sua primeira edição, o Festival Ospa pelo Mundo promoverá uma tarde repleta de atividades culturais relacionadas à França. Com ambientação temática, a Casa da Ospa receberá um concerto com obras dos grandes compositores Ravel, Saint-Saëns e Debussy.

Além disso, os visitantes poderão fazer uma imersão na cultura do país europeu conferindo dois recitais, uma palestra, show de canções francesas e ainda a primeira exposição de arte a ser realizada na Casa da Ospa. Os ingressos, de R$ 10 a R$ 40 em sympla.com.br, garantem acesso a toda programação, das 15h às 20h.

Decorada com referências a símbolos franceses, a Casa da Ospa receberá uma banca de macarons, os famosos doces típicos do país, que se somam ao café localizado no complexo cultural como opção gastronômica.

O espaço também recebe a exposição “As colagens de Jacques Prévert”, dedicada ao grande poeta e artista francês Jacques Prévert (1900-1977), cuja morte completa 45 anos em 2022.

Programação

A programação musical começa na Sala da Recitais da Casa da Ospa com duas apresentações de grupos de câmara formados por músicos da Ospa especialmente para a ocasião: às 15h, um quarteto de violino, violoncelo, clarinete e piano executa obras de Gabriel Fauré e Olivier Messiaen; às 15h30, um trio de flauta, viola e harpa interpreta a sonata escrita para esta formação por Claude Debussy.

Às 16h, os grupos dão lugar à palestra do professor, pianista e ativista cultural Francisco Marshall. Dentro do projeto Notas de Concerto – Preleções sobre as obras da temporada Ospa, o especialista faz uma introdução teórica às peças que serão executadas pela orquestra logo depois, às 17h.

Ao final da fala, o público será conduzido à Sala Sinfônica para o concerto, no qual o violoncelista francês Romain Garioud, vencedor dos prestigiosos concursos Tchaikovsky (2001, Moscou) e Rostropovitch (2002, Paris), vai interpretar “Concerto nº 1 para Violoncelo e Orquestra em Lá Menor, Op. 33”, de Camille Saint-Saëns.

A apresentação, com regência do maestro Evandro Matté, também inclui “Pavane pour une Infante Défunte”, de Maurice Ravel, e duas das mais belas e populares obras de Debussy: “Clair de Lune” e “La Mer”.

O evento termina de modo descontraído no início da noite. Um palco montado no saguão da Casa da Ospa recebe a cantora vencedora do 14º Festival da Canção Aliança Francesa, Mariel Mota, e a banda Crème de la Crème. O repertório promete encantar os francófilos com uma seleção do melhor da “chanson française”.


Compartilhe: