Em noite histórica de Rodrigo Dourado, Inter goleia 9 de Outubro e se classifica na Sul-Americana

Alvo de críticas e de muitos debates entre torcedores colorados, Rodrigo Dourado marcou três na goleada do Inter

Compartilhe:

O Inter goleou o 9 de Outubro por 5 a 1 na noite desta terça-feira (24), no Beira-Rio, e está na próxima fase da Copa Sul-Americana. O grande destaque da noite foi Rodrigo Dourado, que marcou três vezes na vitória colorada contra a equipe equatoriana.

Dourado marcou seu primeiro gol de cabeça, logo aos 8 minutos da etapa inicial, o que fazia parecer que o Inter teria vida fácil na partida. No entanto, o 9 de Outubro empatou logo na sequência, com Caicedo.

O jogo foi para intervalo empatado, com certo ar de tensão, porque o Inter sentiu o gol adversário e teve momentos de desorganização. O que acalmava a situação é que no outro jogo do grupo, o Medellín vencia o Guaireña, o que já garantia a classificação colorada.

No segundo tempo, porém, Dourado apareceu de novo e trouxe a tranquilidade para o torcedor presente no Beira-Rio. Foi dele o segundo gol logo aos 4 minutos da etapa final.

A partir daí o Inter foi empilhando gols – Dourado fez o quarto – até chegar a 5 a 1 e a classificação ser garantida. Na Colômbia, o Guaireña empatou, mas já não bastava.

Primeiro tempo

O Inter não deu trégua para a equipe equatoriana e já começou pressionando. O 9 de Outubro saía em escapadas, mas o Inter conseguia coberturas.

Aos 8, a superioridade deu resultado. De Pena cobrou escanteio e Rodrigo Dourado cabeceou para o gol. Inter na frente. Porém, no lance seguinte, em uma saída errada de Renê, Mauro da Luz cruzou e Caicedo, também de cabeça, empatou a partida.

Após a equipe equatoriana empatar, custou uns minutos para o Inter retomar a pressão. Mesmo com evidente inferioridade técnica, o 9 de Outubro se fechava e causava dificuldades para o Colorado.

Aos 28, Wanderson chutou mascado de dentro da área. Recalde defendeu com facilidade. E foi o mais perto que o Inter chegou do gol até esse momento da partida. O empate do 9 de Outubro desconcertou a equipe gaúcha.

Aos 34, Taison entrou no lugar de Maurício, lesionado. Aos 42, ele teve uma chance da entrada da área, mas o camisa 7 parou no goleiro. Seria a última chance da primeira etapa.

Segundo tempo

O Inter voltou do intervalo disposto a vencer. E logo aos 4, após um escanteio, a bola rondou a área do 9 de Outubro até chegar em Taison, que cruzou, Bruno Méndez deixou passar e Dourado fez seu segundo na partida.

Mais tranquilo, o Inter foi empilhando chances. Aos 11, Wanderson deu belo chute e exigiu defesa de Recalde. Na sequência, quase David marcou.

E a situação melhorou ainda mais, aos 13, quando Becerra, do 9 de Outubro, foi expulso após uma disputa com De Pena terminar com uma solada no abdômen do jogador colorado.

Aos 20, o terceiro gol. Uma jogada trabalhada do Inter chegou até Edenilson na direita. Ele cruzou, a bola desviou no defensor e foi parar nas redes equatorianas.

Mano Menezes fez trocas. Colocou Cadorini e Estevão nós lugares de David e Wanderson. E o Inter manteve o ritmo.

E o quarto gol foi dele de novo: Dourado. Em novo escanteio, aos 30, a bola chegou em Taison, que cruzou para o dono da noite cabecear para o gol. Aos 34, Dourado saiu aplaudido para a entrada de Gabriel.

E mesmo assim tinha mais Inter. Aos 37, em uma jogada do Inter a bola chegou em Estevão, dentro da área, chutar de canhota para o gol. Goleada Colorada – 5 a 1 e vaga nas oitavas.

Situação e próximos jogos

O Inter se classifica para as oitavas da Sul-Americana como líder do Grupo E com 12 pontos. O Colorado espera agora o sorteio da data e o adversário na próxima fase. O próximo compromisso do Inter é pelo Campeonato Brasileiro. A equipe gaúcha enfrenta o Atlético-GO na segunda-feira (30), às 20h, no Beira-Rio.

Escalações

Inter

Daniel; Fabricio Bustos (Heitor), Vitão, Bruno Méndez e Renê; Rodrigo Dourado (Gabriel), Edenílson, Mauricio (Taison) e Carlos de Pena; Wanderson (Estevão), David (Matheus Cadorini) – 4-4-2Técnico: Mano Menezes

9 de Outubro

Recalde; Medina, Becerra, Cisneros e Mina; Vernaza, Esterilla, Da Luz, Chávez (Saltos) e Mojica (Quiñónez); Caicedo – 4-5-1Técnico: Juan León

Arbitragem

Árbitro: Yael Falcón (ARG)
Auxiliar: Cristian Navarro (ARG)
Auxiliar: Pablo González (ARG)

 


Compartilhe: