Sobe para 15 número de mortes causada pela dengue no Rio Grande do Sul

Compartilhe:
Foto: Ivan de Andrade/Prefeitura de Imbé

Mais duas mortes por dengue foram registradas no Rio Grande do Sul. Ao todo, já são 15 óbitos por causa da doença transmitida pelo mosquito Aedes Aegipty neste ano. Segundo o governo do Estado, o número de casos se aproxima dos 20 mil.

Estas duas últimas mortes ocorreram em Novo Hamburgo, na Região Metropolitana, e em Jaboticaba, na região Norte do Rio Grande do Sul. Este é o segundo óbito em ambas as cidades em 2022.

As demais mortes foram registradas nas cidades de Rondinha, Sapucaia do Sul, Cachoeira do Sul, Lajeado, Chapada, Cristal do Sul, Igrejinha, Dois Irmãos, Boa Vista do Buricá e Horizontina. Esta última teve dois óbitos, as demais tiveram uma morte.

O índice atual já representa um recorde histórico. No ano passado inteiro, por exemplo, o Estado teve 11 óbitos pela doença. Em 2020, foram seis mortes e, antes disso, a dengue era considerada erradicada no Estado.

A Secretaria da Saúde já havia anunciado, no dia 20 de abril, que o Rio Grande do Sul está em alerta máximo contra a dengue.


Compartilhe: