Arena do Grêmio reduz emissão de mais de 630 toneladas de dióxido de carbono

A Arena do Grêmio recebeu o certificado de Energia Renovável a partir do uso de fontes limpas de energia que não agridem a natureza.

Compartilhe:
Foto: Luciano Lanes/PMPA

 

A Arena do Grêmio recebeu o Certificado de Energia Renovável e Panorama Sustentável 2022.

Ele foi emitido pela empresa Ludfor Energia, especializada na gestão e consultoria de energia elétrica, com sede Bento Gonçalves, na Serra.

O certificado, referente a 2021, atesta o compromisso da Arena no uso de energia de fontes renováveis e que não agridem o meio ambiente, assim estando de acordo com seus princípios e valores. Com o uso da energia sustentável, o estádio, no ano passado, reduziu a emissão de cerca de 634,1 toneladas de dióxido de carbono (CO2).

De acordo com a assessoria da Arena do Grêmio, o número equivale a mais de 17 mil mudas de árvores conservadas por 20 anos, ou 6,3 mil veículos leves, à gasolina, percorrendo 500 km, ou ainda 270 toneladas de papel e papelão enviadas para aterros sanitários.

Desde dezembro de 2018, quando teve início o uso de fontes renováveis e limpas de energia, a Arena deixou de emitir mais de 1.456,7 toneladas de CO2 no meio ambiente, conforme a assessoria.

 


Compartilhe: