Ucrânia acusa Rússia de roubar cargas de trigo do país

Compartilhe:

Diversas autoridades ucranianas acusaram nesta sexta-feira (29) a Rússia de estar roubando toneladas de trigo produzidas e estocadas nas áreas do sul e do leste do território. Os locais são os alvos da nova fase dos ataques russos.

Em nota, o Ministério das Relações Exteriores informou que está ocorrendo “o saque de grãos da região de Kherson”, e que junto com o bloqueio dos portos ucranianos, “isso ameaça a segurança alimentar mundial”.

A mesma acusação foi feita pelo prefeito de Melitopol, Ivan Fedorov, por meio do Telegram. “Nós publicamos um vídeo de um comboio com mais de 50 caminhões com reboques que levavam nosso trigo para fora dos nossos territórios. Não sabemos para onde eles levaram isso”, denunciou Fedorov.

Em uma nota oficial, o Estado Maior das Forças Armadas da Ucrânia também fez a mesma acusação, dizendo que os “ocupantes russos estão matando os habitantes das vilas ucranianas […] além de terem levado mais de 60 toneladas de trigo nos caminhões de carga que foram roubados da cooperativa agrícola da cidade de Kamianka-Dniprovska, na região de Zaporíjia”.

Antes da guerra, a Ucrânia era um dos maiores produtores de trigo do mundo, ocupando a quarta colocação no ranking global.

Já a Rússia é a líder mundial em produção e, os dois países juntos, representam cerca de 30% do comércio mundial do grão.

Por isso, um dos efeitos mais impactantes da guerra é a inflação sobre o preço do trigo em todo o mundo. As Nações Unidas, por meio de várias de suas agências, alertam que o conflito no país europeu deve levar milhões de pessoas a passar fome por conta da escassez do trigo, um dos itens mais básicos da dieta.


Compartilhe: