Saque extraordinário do FGTS começa nesta quarta-feira

O pagamento vai até 15 de junho e segue de acordo com o mês de nascimento do trabalhador. Os primeiros a receber serão os nascidos em janeiro

Compartilhe:

Estará disponível, a partir desta quarta-feira (20), o saque extraordinário de até R$ 1 mil do FGTS (Fundo de Garantia do Tempo de Serviço). O pagamento vai até 15 de junho e segue de acordo com o mês de nascimento do trabalhador. Os primeiros a receber serão os nascidos em janeiro. Poderá sacar qualquer trabalhador que tiver conta vinculada do FGTS, ativa ou inativa.

A consulta das datas e dos valores a receber estava disponível desde o último dia 8. Estas informações podem ser obtidas no site da Caixa Econômica Federal, no aplicativo FGTS, e nas agências da Caixa.

Já o saque, que não demanda solicitação, será disponibilizado na conta do usuário no aplicativo Caixa Tem. Caso o trabalhador não tenha conta no Caixa Tem, a Caixa abrirá automaticamente uma conta no nome do trabalhador.

O trabalhador só terá de solicitar a liberação caso haja dados incompletos que não permitam a abertura da conta digital. Este processo pode ser feito todo pelo aplicativo FGTS.

Será possível a retirada até o dia 15 de dezembro. A movimentação dos valores referentes a esse saque emergencial poderá ser realizada de forma digital com o uso do próprio aplicativo Caixa Tem.

Trinta bilhões na economia

O saque extraordinário desse dinheiro foi possível porque o governo federal publicou uma Medida Provisória liberando essa retirada. Essa medida foi necessária porque o dinheiro dessas contas, embora seja um direito do trabalhador com carteira assinada, só pode ser sacado em situações como a demissão sem justa causa, a aposentadoria ou compra da casa própria.

De acordo com a Caixa Econômica Federal, cerca de R$ 30 bilhões serão liberados na economia com a liberação do saque. A estimativa é que aproximadamente 42 milhões de trabalhadores tenham direito ao saque.


Compartilhe: