Ministro da Saúde anuncia o fim do quadro de “emergência sanitária” da Covid-19 no Brasil

Declaração do ministro da Saúde foi dada na noite deste domingo em cadeia nacional de rádio e televisão.

Compartilhe:
Foto: Josué Damacena/IOC/Fiocruz

O ministro da Saúde Marcelo Queiroga afirmou, em pronunciamento em rede de rádio e TV, que o governo irá publicar ato normativo colocando fim na emergência sanitária provocada pela Covid-19. A publicação deve ocorrer nos próximos dias, mas o ministro não deu data.

Na fala, fez uma defesa da ação do governo federal na pandemia. O Brasil teve registro, conforme dados das secretarias estaduais de saúde, mais de 661 mil mortes causadas pelo contágio do vírus Sars-CoV-2 e outros 30,2 milhões de testes positivos para Covid-19.

Desde fevereiro o ministro vem tratando publicamente do assunto. Queiroga quer se projetar como o gestor que terminou com a crise sanitária causada pelo novo coronavírus no Brasil.

Gestores do SUS afirmam que não são contra o fim da emergência sanitária, mas tentam convencer o Ministério da Saúde de que seja adotado um prazo de transição de 90 dias. Eles também propõem um plano de comunicação de risco e um plano de retomada da normalidade.


Compartilhe: