Petrobras reajusta em 19% preço de venda do gás natural às distribuidoras

Os novos preços ficarão vigentes até o fim de julho, quando ocorre nova revisão.

Compartilhe:

A Petrobras vai reajustar em 19% o preço do gás natural vendido às distribuidoras do produto encanado a partir do próximo domingo (1º). A medida não vale para a venda de botijões de gás, gasolina ou diesel.

Segundo a Petrobras, o reajuste reflete a escalada das cotações internacionais do petróleo entre fevereiro e abril. Os novos preços ficarão vigentes até o fim de julho, quando ocorre nova revisão. O preço desse tipo de energia saltou por causa da guerra entre Rússia e Ucrânia.

A maior parte do uso do gás natural parte da indústria, principalmente por setores como o de produtos químicos e o de fabricação de vidros. O produto também é muito utilizado por motoristas que decidiram trocar a gasolina e o álcool pelo GNV (gás natural veicular).

O último reajuste para os consumidores do Rio Grande do Sul foi em 13 de janeiro de 2022. Os aumentos variam entre 10,7% a 31,6%, dependendo do segmento atendido. No caso do GNV, o aumento na tarifa será de R$ 0,6644 por metro cúbico, sem considerar impostos.


Compartilhe: