Inter repete erros e fica no empate com o Guaireña pela Sul-Americana

O resultado tirou do sério os briosos torcedores que foram ao Beira-Rio, em uma fria noite de quinta-feira (14), véspera de feriado

Compartilhe:

O Inter empatou em 1 a 1 com o Guaireña, do Paraguai, pela segunda rodada do Grupo E da Copa Sul-Americana. O resultado tirou do sério os briosos  11.172 torcedores que foram ao Beira-Rio, em uma fria noite de quinta-feira (14), véspera de feriado.

Quem foi à partida, viu Medina optar por Gabriel Mercado na defesa. Além disso, o técnico uruguaio montou um esquema onde de Pena jogava como uma espécie de ala, enquanto Liziero armava também pela esquerda, só que mais centralizado. Do outro lado, a dobradinha era entre Maurício e Edenilson. Taison e Wesley Moraes completavam o setor ofensivo.

Primeiro tempo

O jogo começou, como se esperava, com o Inter tendo mais a bola. Porém, a dificuldade em aprofundar o lance, problema recorrente nos jogos do Colorado, se mantinha.

O primeiro chute veio aos 11, em uma tabela que terminou com chute fraco de Maurício de dentro da área. Aos 22, a grande chance até então. De Pena cruzou e a zaga rebateu. Depois Taison finalizou. A bola sobrou novamente, dessa vez para Maurício, que tentou chutar, mas o goleiro Espínola fez boa defesa

O Inter trocava passes buscando espaços na defesa postada dos paraguaios. Mas de forma muito lenta.

Até que aos 33 o quadro começou a se agravar. Após um choque, Edenilson sentiu dores no joelho esquerdo e teve de ser substituído. Caio Vidal entrou no seu lugar.

Na sequência, o Guaireña conseguiu chegar com uma cabeçada. Foi quando as vaias da torcida à equipe gaúcha se intensificaram. Nesse momento, em um contra-ataque, o gol da equipe paraguaia. De Mário Otazú.

Em resposta, o Inter tentou ensaiar uma pressão nos minutos finais da etapa inicial, mas mostrou mais afobação do que algo realmente construtivo.

Segundo tempo

A etapa final começou parecida com a primeira, mas com o adicional da impaciência da torcida, que chegava aos jogadores. Taison tentava chamar mais o jogo e o Inter ia tentando chegar na marra.

Aos 10, em uma bola aérea, vinda de uma falta. A bola atravessou na área sem ninguém encostar. Depois foi a vez de Bustos tentar. Mas nada muito concreto. Ainda na insistência, Taison perdeu um gol feito.

Medina chamou Alexandre Alemão. Saiu Maurício. Mas as chances desperdiçadas seguiam. Aos 20 foi a vez de Liziero, também perder uma boa chance dentro da área.

Até que, aos 30, em um lance com um tanto de sorte, o Inter empatou em um gol que partiu de uma bola alçada por Taison e que desviou no jogador do Guaireña antes de entrar.

Então o Inter foi todo ataque, apostando muito em jogadas forçadas para Alemão e Wesley. Nessa altura, o Inter já somava 19 finalizações na partida.

Faltando cinco minutos, Medina colocou D’alessandro no lugar de Gabriel. O Inter tentou em mais trocas de passes e bolas alçadas chegar ao gol adversário, mas não conseguiu. O jogo acabou e o torcedor foi à loucura.

Situação e próximos jogos

Como o Independiente Medellín venceu o 9 de Outubro, Inter e Guaireña dividem a segunda colocação do Grupo E da Sul-Americana com dois pontos, pois a equipe colombiana assume a liderança com quatro. Lembrando que apenas o primeiro colocado de cada grupos avança às oitavas de final.

O próximo jogo do Inter é no domingo, contra o Fortaleza, pelo Campeonato Brasileiro. A partida será realziada às 18h e será a despedida de D’alessandro dos gramados. Pela Sul-Americana, o Inter enfrenta o Independiente Medellín, na Colômbia, às 21h30, no dia 26 de abril.

Escalações

Inter

Daniel; Fabricio Bustos, Bruno Méndez (Rodrigo Moledo), Mercado e Carlos De Pena; Gabriel (D’Alessandro), Liziero; Mauricio (Alemão), Edenilson (Caio Vidal) e Taison; Wesley Moraes – 4-2-3-1Técnico: Alexander Medina

Guaireña

Espínola; Giménez, Paniagua, Mendoza e Jiménez; Aguillar; Salinas (Cáceres), Santacruz (Toledo), Ayala (Godoy) e Otazú; Villagra – 4-5-1Técnico: Troadio Duarte

Arbitragem

Árbitro: Gerry Vargas (BOL)
Auxiliar: Jose Antelo (BOL)
Auxiliar: Edwar Saavedra (BOL)


Compartilhe: