Inter estreia com empate amargo contra o 9 de Octubre na Sul-Americana

Inter chegou a abrir vantagem de dois gols na primeira etapa, mas viu tudo desmoronar no segundo tempo

Compartilhe:

O Inter estreou na Sul-Americana com um empate de 2 a 2 contra o 9 de Octubre. A partida foi realizada na noite desta quarta-feira (6), no acanhado e praticamente vazio, Estádio Jocay, em Manta, cidade portuária do Equador. O resultado certamente frustra, não só pela baixa qualidade do adversário, mas também porque o Inter chegou a abrir vantagem de dois gols na primeira etapa, e viu tudo desmoronar no segundo tempo.

O resultado das duas semanas só para trabalhar obtidas por Medina foi a escolha de Gabriel Mercado para atuar pela lateral esquerda. Na partida, após uma certa tensão nos primeiros minutos, os gols, encontrados em roubadas de bola no campo de ataque, pareciam mostrar que alguns problemas estavam resolvidos. Porém, no segundo tempo, a desconcentração, somada às trocas ruins de Medina, colocaram tudo a perder.

Primeiro tempo

O jogo começou equilibrado. A sensação dos primeiros minutos era a de um Inter nervoso, confundindo foco com tensão. O 9 de Octubre estava com mais posse de bola. O Inter apostava muito em chutões buscando o pivô de Wesley.

Porém, ninguém finalizava. Aos 20, o Inter chegou em um escanteio, que resultou em uma cabeçada de Kaique. Mas sem muito perigo.

Aos poucos, o Inter avançava suas linhas. Até que, aos 25, na primeira boa roubada no ataque, Taison avançou e achou Maurício na diagonal. Dentro da área, ele mandou de canhota para o gol.

E o segundo veio no lance seguinte. Em um novo desarme no campo de ataque, a bola chegou para Wesley Moraes, que, do bico da área, deu um taquinho no canto esquerdo do goleiro Pinos.

Os gols soltaram mais o time. Aos 38, mais uma boa chegada com Maurício, acionado nas costas da defesa adversária. Depois, uma tabela quase termina em chute de Wesley. O juiz marcou impedimento.

O único susto para o Inter veio já nos acréscimos, em uma tabela do 9 de Octubre, que adentrou a área colorada, e terminou em conclusão para fora. O Inter foi para o intervalo com boa vantagem.

Segundo tempo

No intervalo, Medina optou por poupar Taison e colocou Caio Vidal no jogo. E logo no início ele perdeu uma bela chance, de dentro da área. Pecou pela afobação.

Depois a equipe equatoriana tentou ir ao ataque. E exigiu uma defesaça de Daniel em uma cabeçada após uma cobrança de escanteio. No lance seguinte, em novo escanteio, o 9 de Octubre descontou, com Mauro da Luz.

O Inter se desconcentrou. E o time do Equador foi pegando confiança. Aos 20, mais uma boa defesa de Daniel.

O Inter respondeu em uma jogada que terminou com finalização de Wesley. O centroavante sentiu lesão após o lance. Em seu lugar, entrou o recém contratado De Pena.

O jogo foi ficando nervoso. O Inter recuou e já não achava o adversário em campo. Aos 30, o castigo. Mais uma bola na área, e, em uma cabeçada de Mauro da Luz, chegou ao empate.

O Inter começou a querer garantir o empate. Aos 40, a situação era preocupante. Johnny entrou no lugar de Gabriel para tentar engrossar a marcação.

Nos minutos finais, em um contra-ataque, o Inter ainda quase conseguiu um gol com Alemão. E o jogo terminou cheio de emoção, com uma chance perigosa para cada lado. Sensação amarga para os colorados.

Situação e próximo jogo

O Grupo E da Sul-Americana tem agora Inter e 9 de Octubre empatados na liderança com um ponto. A situação se mantém até amanhã (7), quando Guaireña, do Paraguai, e Independiente de Medellín, da Colômbia, se enfrentam, às 21h30, em Assunção.

O foco do Inter passa a ser a estreia no Brasileirão, contra o Atlético-MG, em Belo Horizonte. A partida será realizada no domingo, às 16h, no Mineirão. Pela Sul-Americana, o Inter joga contra o Guaireña, na quinta-feira (14), às 21h30, no Beira-Rio.

Escalações

9 de Octubre

Jorge Pinos; Marco Cangá, Kevin Becerra, Darwin Torres (Manuel Lucas) e Nazareno; José Cazares e Renny Jaramillo; Mauro Da Luz, Danny Luna (Caicedo) e Phillips; Newton Williams – 4-2-3-1Técnico: Juan Carlos León.

Inter

Daniel; Bustos, Kaique Rocha, Bruno Méndez e Mercado; Gabriel (Johnny) e Liziero (Dourado); Edenilson, Mauricio (Alemão) e Taison (Caio Vidal); Wesley Moraes (Carlos de Pena) – 4-2-3-1Técnico: Alexander Medina

Arbitragem

Árbitro: Andres Merlo (ARG)
Auxiliar: Facundo Rodríguez (ARG)
Auxiliar: Pablo González (ARG)

 


Compartilhe: