INMET alerta para temporais, chuvas intensas e até queda de granizo no RS nesta segunda-feira

Fronteira Oeste, Campanha, Sul e Centro do Rio Grande do Sul receberam alerta de “grande perigo” nesta segunda-feira.

Compartilhe:

O Rio Grande do Sul recebeu dois alertas para temporais nesta segunda-feira (25). O INMET (Instituto Nacional de Meteorologia) adverte para risco de tempestades, chuvas intensas, ventania e até queda de granizo (veja nos mapas abaixo). Um dos avisos é da cor vermelha, quando devem ser tomadas medidas de precaução pelo risco muito elevado da ocorrência de fenômenos adversos em curto espaço de tempo, com risco para a população.

Conforme a previsão do tempo, uma frente fria organiza instabilidades que trazem risco para tempestades isoladas na Campanha gaúcha já no início desta segunda-feira (25). Os maiores volumes de chuva são esperados justamente para a Campanha, Fronteira Oeste, região Sul e parte do Centro do Estado.

Conforme o INMET, quase toda a fronteira com o Uruguai tem risco de chuvas grande volume, com possibilidade de transtornos para a população. O órgão adverte para risco de danos em edificações, corte de energia elétrica, de queda de árvores, ocorrência de descargas elétricas, formação de pontos de alagamento, enxurradas e grandes transtornos no transporte rodoviário.

Estão na área sob o aviso os municípios de Aceguá, Alegrete, Arroio do Padre, Arroio Grande, Bagé, Caçapava do Sul, Cacequi, Camaquã, Candiota, Canguçu, Capão do Leão, Cerrito, Chuí, Dom Pedrito, Encruzilhada do Sul, Herval, Hulha Negra, Jaguarão, Lavras do Sul, Morro Redondo, Pedras Altas, Pedro Osório, Pelotas, Pinheiro Machado, Piratini, Quaraí, Rio Grande, Rosário do Sul, Santa Margarida do Sul, Santana da Boa Vista, Sant’Ana do Livramento, Santa Vitória do Palmar, São Gabriel , São José do Norte, São Lourenço do Sul, São Sepé, Tavares, Turuçu, Uruguaiana e Vila Nova do Sul.

O aviso é válido até a manhã desta terça-feira (26). 

Alerta de chuvas intensas foi emitido pelo INMET. Arte: Agora no Tempo / Agora RS

O outro alerta do INMET adverte para ocorrência de tempestades, chuvas intensas e ventania nas regiões da Fronteira Oeste, região Central, parte da região Noroeste, parte da região Norte, parte da Serra, as regiões dos Vales do Caí, Vale dos Sinos, Vale do Paranhana, Vale do Rio Pardo, Vale do Taquari, Costa Doce (Metade Centro-Sul), região metropolitana e parte do Litoral Norte (veja no mapa abaixo).

Conforme o Instituto Nacional de Meteorologia, as cidades que estão nas regiões citadas acima terão mudança no padrão de tempo. São esperadas chuvas entre 30 e 60 mm por hora ou acumulados entre 50 e 100 mm ao longo do dia, ventos intensos entre 60-100 km/h, e queda de granizo. Há risco de corte de energia elétrica, estragos em plantações, queda de árvores e de alagamentos.

O aviso é válido até a manhã desta terça-feira (26). 

Alerta de tempestade emitido pelo INMET. Arte: Agora no Tempo / Agora RS

A escala do INMET possui três tipos: o alerta amarelo é emitido quando há perigo potencial para ocorrência de temporais; o alerta laranja é quando há maior perigo para a ocorrência de tempestades, com ventania, raios e até queda de granizo; e o alerta vermelho é usado com menor frequência: quando devem ser tomadas medidas de precaução pelo risco muito elevado da ocorrência de fenômenos adversos em curto espaço de tempo, com risco iminente à vida e ao patrimônio.

Instruções em caso de temporal:

  • Em caso de rajadas de vento, não se abrigue debaixo de árvores, pois há risco de queda e descargas elétricas.
  • Não estacione veículos próximos a torres de transmissão e placas de propaganda
  • Se possível, desligue aparelhos elétricos e quadro geral de energia.
  • Obtenha mais informações junto à Defesa Civil (telefone 199) e ao Corpo de Bombeiros (telefone 193).

Instruções em caso de chuvas intensas:

  • Desligue aparelhos elétricos e quadro geral de energia.
  • Em caso de enxurrada ou similar, coloque documentos e objetos de valor em sacos plásticos.
  • Em caso de situação de grande perigo: procure abrigo, evite permanecer ao ar livre.
  • Obtenha mais informações junto à Defesa Civil (telefone 199) e ao Corpo de Bombeiros (telefone 193).

Compartilhe: