Dois homens são presos após tentativa de furto à sede da Carris, em Porto Alegre

A dupla possui ficha criminal por furto, roubo e tráfico de drogas. Os suspeitos, de 34 e 29 anos, chegaram a pular o muro da empresa de ônibus.

Compartilhe:
Ladrões foram capturados após saltarem muro da Carris. Foto: SMSEG / Divulgação PMPA

Dois homens foram presos, na madrugada deste sábado, 23, por tentativa de furto à sede da empresa de ônibus Carris. Os criminosos foram capturados por uma guarnição da Guarda Municipal de Porto Alegre.

Conforme a Prefeitura, os vigilantes da companhia flagraram a presença dos suspeitos na garagem localizada na rua Albion, no bairro Partenon. Os vigias acionaram a GM que despachou a viatura mais próxima para atender a ocorrência e efetuar a prisão.

A dupla possui ficha criminal por furto, roubo e tráfico de drogas. Os suspeitos, de 34 e 29 anos, chegaram a pular o muro da estatal, mas foram surpreendidos pelos agentes de segurança. Eles estavam com um facão e uma mochila com objetos furtados como relógios, brincos e colar.

Parte de uma grade de proteção de metal chegou a ser danificada pelos assaltantes. Após a prisão, eles foram encaminhados para a área judiciária. A Carris dispõe de segurança própria.

Os dois vão ficar sob custódia da Guarda Municipal até haver vaga no sistema prisional. Eles foram autuados em flagrante por furto, dano e invasão.

Danos na fiação da garagem

Na semana passada, a sede da Carris chegou a ficar seis dias sem luz após ter sofrido uma tentativa de furto de cabos de energia. A ação criminosa não chegou a afetar a circulação de ônibus na cidade. Parte da rede de energia pegou fogo. Uma empresa foi contratada para reparar os dados.

Além disso, a Carris precisou alugar geradores de energia para não prejudicar o funcionamento da empresa. Os custos para conserto, reposição dos cabos e aluguel de geradores passaram de R$ 40 mil.

Denúncia

Para auxiliar na redução de crimes e agilizar a atuação dos agentes de segurança, a prefeitura vem reiterando nas redes sociais a importância do recebimento de denúncias anônimas pelos canais 153 e 156.


Compartilhe: