Com dois de Hulk, Inter estreia no Brasileirão com derrota para o Atlético-MG

A partida mostrou um Inter repetindo dificuldades, e sucumbindo diante de um Galo com forte poder de fogo, comandado por Hulk, autor dos dois gols da partida

Compartilhe:

O Inter perdeu por 2 a 0 para o Atlético-MG em sua partida de estreia no Campeonato Brasileiro. A partida foi realizada na tarde deste domingo (10), no Mineirão, em Belo Horizonte. A partida mostrou um Inter repetindo dificuldades, e sucumbindo diante de um Galo com forte poder de fogo, comandado por Hulk, autor dos dois gols da partida.

Após ter ficado no empate em 2 a 2 contra o 9 de Octubre, do Equador, na estreia da Sul-Americana no meio de semana, Alexander Medina optou por um esquema diferente para a partida contra o Atlético. Colocou Liziero na lateral-esquerda, trazendo Edenílson para a segunda função do meio-campo. Também, escalou o uruguaio e recém contratado, Carlos de Pena, para fazer sua estreia como titular pela extrema esquerda de ataque.

Não houve grandes melhoras. O chocolate do Galo, esperado por muitos, não veio. Mas também o Inter continua ameaçando poucos seus adversários. É um time pouco agressivo. No mais, prevaleceu a superioridade técnica do Atlético, que tem em Hulk sua maior valência.

Primeiro tempo

O jogo começou bem disputado. O Inter até tentou não se acanhar, mas o Atlético foi mostrando sua qualidade. Antes dos 10, o Galo acertou uma bola na trave e, no escanteio seguinte, a jogada terminou com gol de Hulk. O jogo começava com maus presságios.

Na primeira metade da etapa inicial o jogo estava controlado pela equipe da casa. O Inter tinha dificuldade em encaixar a pressão, assim como para articular tabelas. Isso facilitava as ações do Atlético, que vez que outra escapava e conseguia assustar o Inter.

Próximo do fim do primeiro tempo, veio a primeira finalização do Inter, com de Pena. Everson colocou para escanteio. Até então, eram sete finalizações a zero para o Atlético. O jogo iria para o intervalo com um Inter insuficiente, tornando a situação confortável para o Galo.

Segundo tempo

Medina voltou do intervalo com Gabriel Mercado no lugar de Wesley Moraes. O Inter foi para um esquema com três zagueiros, com de Pena na ala esquerda, Liziero no meio e Taison mais avançado. E teve uma chance logo no início com Edenilson.

Porém, pouca coisa mudou. O Inter não conseguia desestabilizar um Atlético que até parecia não jogar no máximo de suas forças. Para tentar corrigir o problema, Medina optou por retomar o esquema com centroavante. Colocou Alemão no lugar de Maurício.

Mas quem chegou foi o Atlético, após trocas de “El Turco” Mohamed. Aos 27, Savarino perdeu cara a cara com Daniel, que soube bloquear o chute. E os perigos do Galo seguiam.

Aos 31, o jogo esquentou. O Inter assustou em um contra-ataque que terminou com conclusão na trave de Edenilson. O Atlético respondeu em velocidade.

O Inter teve nos minutos finais uma melhora de rendimento, Medina tentou Caio Vidal para deixar o time mais ofensivo. Mas quem marcou, já nos acréscimos, foi o Atlético, com Hulk, de novo.

Situação e próximos jogos

O Inter começa o Brasileiro na 19ª colocação e tem agora dois jogos no Beira-Rio para tentar voltar a vencer. No meio de semana, o Inter joga na quinta-feira (14) pela Sul-Americana. O Colorado recebe o Guaireña, do Paraguai, às 21h30. O jogo é válido pela segunda rodada do Grupo E da competição continental. No Campeonato Brasileiro, o Inter joga no domingo, às 18h, contra o Fortaleza.

Escalações

Atlético-MG

Everson; Guga, Junior Alonso, Nathan e Arana; Otávio (Jair) e Allan; Keno (Vargas), Sasha (Zaracho) e Ademir (Savarino); Hulk – 4-2-3-1Técnico: Antonio  “El Turco” Mohamed

Inter

Daniel; Bustos, Bruno Méndez (Caio Vidal), Kaique Rocha e Liziero (Boschilia); Gabriel e Edenilson; Mauricio (Alemão), Taison e De Pena; Wesley Moraes (Mercado) –4-2-3-1Técnico: Alexander “El Cacique” Medina

Arbitragem

Árbitro: Bruno Arleu de Araújo (RJ)
Auxiliar: Rodrigo Figueiredo Henrique Corrêa (RJ)
Auxiliar: Carlos Henrique Alves de Lima Filho (RJ)
VAR: Carlos Eduardo Nunes Braga (RJ)

 

 


Compartilhe: