Chocolates Kinder são retirados do mercado após casos de salmonela

A multinacional italiana Ferrero mandou recolher de supermercados lotes do chocolate Kinder, depois dos casos de salmonela.

Compartilhe:

A multinacional italiana Ferrero mandou, nesta terça-feira (5). recolher de supermercados lotes do chocolate Kinder, depois de dezenas de casos suspeitos de salmonela serem detectados na Europa.

As suspeitas do foco de contaminação convergem para os produtos de chocolate Kinder fabricados na Bélgica, o que levou à sua retirada dos mercados por parte do fabricantes. Os chocolates foram vendidos na França, na Bélgica, no Reino Unido, na Irlanda do Norte, na Alemanha e na Suécia.

De acordo com autoridades sanitárias do Reino Unido, ao menos 63 casos de contaminação por salmonela foram registrados depois do consumo do chocolate.

Na França, 21 pacientes foram informados pelo Centro Nacional de Referência de Salmonela do Instituto Pasteur e, deste, 15 relataram terem consumido os produtos Kinder.

A bactéria salmonela pode causar intoxicação alimentar e os sintomas incluem diarreia, náuseas, vômitos e febre.

 


Compartilhe: