Brigada Militar mantém buscas a criminosos que assaltaram banco em Santana da Boa Vista

Um dos assaltantes morreu em confronto com a polícia. Três são procurados em área de mata entre Santana da Boa Vista e Encruzilhada do Sul.

Compartilhe:
Policiais analisam área de buscas em Santana da Boa Vista. Foto: Brigada Militar / Divulgação

A Brigada Militar prossegue a buscas a três criminosos que assaltaram uma agência bancária em Santana da Boa Vista, na região Sul do Estado. Na ação, houve troca de tiros e um dos ladrões acabou morrendo no confronto.

O assalto aconteceu na agência do Banrisul localizada na Rua Dezessete de Setembro, na área central de Santana da Boa Vista. Durante a ação, os criminosos fizeram um cordão humano com reféns, formando um escudo, para se proteger dos policiais.

Os moradores que foram feitos reféns já foram liberados e encontram-se em segurança. Três criminosos conseguiram fugir, mas se esconderam na região. Um dos ladrões estaria ferido. Eles teriam contatado um morador em busca de comida.

Uma camionete Toyota Hilux prata foi roubada de uma propriedade rural pelo grupo, e foi localizada na manhã de sábado (9), dentro da área do perímetro que foi estabelecido pela BM para as buscas. Na área de buscas, também estão localidades de Encruzilhada do Sul.

Nessa manhã, policiais militares do BOPE (Batalhão de Operações Especiais) ingressaram em um local de mata nas proximidades de onde o veículo foi encontrado, em busca dos criminosos. Foram encontrados objetos e restos de comida, o que indicaria um ponto de esconderijo dos assaltantes.

A polícia pede a colaboração de moradores com informações sobre os ladrões. Caso notem alguma movimentação atípica, liguem para o telefone 190 e comuniquem a situação.

Além de policiais de Santana da Boa Vista, policiais militares do CRPO (Comando Regional de Polícia Ostensiva), do 5ºBPChq (5º Batalhão de Polícia de Choque), o BOPE, do helicóptero do BAvBM (Batalhão de Aviação da Brigada Militar), unidades do Comando Rodoviário e Ambiental segue mobilizados. Ao todo, são cerca de 60 policiais na operação.

Além desses policiais, a Polícia Civil presta suporte aos militares. Dados de inteligência também estão sendo fornecidos pela SSP (Secretaria de Segurança Pública).


Compartilhe: