Uso de máscaras em ambientes abertos deixa de ser obrigatório no Rio Grande do Sul

Conforme o Governo do Estado, um decreto com a normatização sobre o uso de máscaras deve ser publicado no Diário Oficial do Estado nesta quarta-feira

Compartilhe:
Porto Alegre, RS | 08/05/2020 | Foto: Maria Ana Krack / PMPA

Em mais uma flexibilização, o Governo do Estado do Rio Grande do Sul, removeu a obrigatoriedade do uso de máscaras faciais em ambientes abertos. Várias cidades gaúchas, incluindo Porto Alegre, já haviam decido pela desobrigação da proteção de boca e nariz por causa do contágio pelo vírus Sars-CoV-2, que causa a Covid-19.

A decisão foi divulgada em reunião conduzida pelo governador em exercício Ranolfo Vieira Júnior na tarde desta terça-feira (15). Conforme o Governo do Estado, um decreto com a normatização que flexibiliza o uso de máscaras em ambientes abertos deve ser publicado no Diário Oficial do Estado nesta quarta-feira (16).

A desobrigação da máscara em espaços abertos segue uma nota técnica do Comitê Científico e do Centro de Operações e Emergência em Saúde. Ambos órgãos avaliam que é possível a redução das restrições. As pessoas podem ficar sem máscara desde que haja possibilidade de distanciamento, com base nos indicadores epidemiológicos atuais de redução de internações e a progressão da vacinação no Estado.

“A desobrigação da máscara em locais abertos permite que a decisão pelo uso seja individualizada. Não é uma recomendação ou uma liberação, mas sim uma possibilidade que se apresenta diante do momento em que vivemos, com o avanço da vacinação e a redução dos indicadores da pandemia. É importante lembrar que a adesão à vacinação é essencial para que possamos continuar no caminho de retomada para a normalidade”, disse Ranolfo.

Os técnicos ressaltam, no entanto, que o quadro epidemiológico da Covid-19 continua requerendo esforços para evitar contágio. Por isso, segue recomendado fortemente o uso de máscara, mesmo em locais abertos, para pessoas com comorbidades ou que estejam apresentando sintomas gripais.

A máscara também é recomendada para ambientes abertos durante situações de risco aumentado, como em locais sem distanciamento ou em longos períodos de exposição, como shows e estádios de futebol. Em ambientes fechados, a máscara continua de uso obrigatório.


Compartilhe: