Rússia determina bloqueio do Facebook e do Twitter

Compartilhe:

A agência russa que controla as comunicações, a Roskomnadzor, decidiu bloquear o acesso ao Facebook e ao Twitter em todo o país, informou a agência russa Interfax. O governo de Moscou diz que as empresas violaram “os princípios fundamentais da livre divulgação de informações e do livre acesso por usuários russos à mídia russa em plataformas estrangeiras da Internet”.

Recentemente, o Facebook e o Twitter haviam sinalizado centenas de publicações feitas pelas agências de notícias RIA Novosti, Sputnik, Russia Today, Lenta.ru e Gazeta.ru. Todos esses meios são total ou parcialmente financiados pela Federação Russa.

Os meios de comunicação estatais referem-se à invasão da Ucrânia pela Rússia como uma “operação militar especial” em vez de uma “guerra” ou uma “invasão”. Eles também citam unicamente a visão do Kremlin sobre o governo de Kyiv.

E, nesta sexta-feira, o presidente russo, Vladimir Putin, assinou um projeto de lei que prevê uma pena de prisão de até 15 anos para quem divulgar informações que vão contra a narrativa do governo russo sobre a guerra na Ucrânia.

O projeto de lei que criminaliza a publicação e disseminação do que a Rússia avalie como “informações falsas” sobre a guerra. O projeto foi rapidamente aprovado por ambas as casas do parlamento, que é controlado pelo Kremlin.


Compartilhe: