Rivaldo vê técnicos portugueses com grande credibilidade no Brasil

Com a vitória do Palmeiras sobre do Athletico Paranaense, o técnico Abel Ferreira se tornou o maior vencedor de títulos internacionais,

Compartilhe:

Com a vitória do Palmeiras sobre do Athletico Paranaense e a consequente conquista da Recopa Sul-Americana nesta quarta, o técnico português Abel Ferreira se tornou o maior vencedor de títulos internacionais no comando do Verdão.

O trinador português superou Luís Felipe Scolari. Rivaldo, que conquistou com Felipão a Copa de 2002, fez questão de elogiar Abel. “Eu só posso parabenizar o técnico e agradecer por todas essas conquistas”, afirmou.

“Felizmente pude assistir no estádio a essa vitória, e estava torcendo pelo sucesso do clube no qual fui muito feliz em minha carreira. Estão sendo bons anos de glória com muitas conquistas para a sala de troféus do clube, e isso me deixa muito satisfeito”, completou.

Além de Abel Ferreira, Rivaldo também analisou a chegada de novos treinadores portugueses no futebol brasileiro. Neste ano, foram contratados Paulo Sousa (Flamengo) e Vitor Pereira (Corinthians).

“Eu penso que a reputação do técnico português continua em alta. Muito por conta do trabalho realizado por José Mourinho, que acabou conquistando excelentes resultados e mostrando a qualidade do técnico luso no mundo do futebol.”

“Jorge Jesus também deixou sua marca no Flamengo de modo impressionante. Agora, Abel Ferreira está fazendo ainda melhor. Portanto, é normal que muitos clubes de vários países e principalmente do Brasil acabem olhando para os técnicos nascidos em Portugal, já que sua reputação está muito alta”, disse.

MLS 

Rivaldo analisou a possibilidade de Neymar atuar na MLS, liga norte-americana de futebol – em uma recente entrevista, o jogador do PSG disse que gostaria de atuar no futebol dos Estados Unidos por ao menos uma temporada num futuro próximo.

“É verdade que a MLS não tem ainda o nível de exigência de outros campeonatos e eu sei muito bem disso, porém Neymar não pode ver essa mudança como umas férias antecipadas, pois mesmo que a cobrança seja menor você precisa continuar trabalhando e jogando em bom nível”, disse.

“Muitos atletas veteranos nos seus 34-35 anos estão optando por jogar na MLS na fase final de suas carreiras. É provável que Neymar também queira, no entanto, eu acredito que ele ainda tem muito o que conquistar na Europa antes de pensar nisso”, afirmou Rivaldo, pentacampeão do mundo com a Seleção Brasileira.

 

 


Compartilhe: