Operação da Trensurb é retomada três horas após detecção de “problema técnico”

A Trensurb liga Porto Alegre a Novo Hamburgo, passando por Canoas, Esteio, Sapucaia do Sul e São Leopoldo.

Compartilhe:

Um problema de energia elétrica afetou todas as estações da Trensurb na região metropolitana de Porto Alegre nesta sexta-feira (4) Foram três horas de interrupção total dos serviços prestados pela empresa. A falha foi detectada por volta das 11h da manhã. Ainda não há informações sobre a causa da pane, que foi corrigida por volta das 14h40.

Segundo a Trensurb, foi identificado um “problema técnico nas subestações Luiz Pasteur [em Sapucaia do Sul] e São Luiz [em Canoas]”. A manutenção da empresa está no local, avaliando a extensão do problema, com o Corpo de Bombeiros e técnicos da RGE.

Às 14h10, a empresa de trens afirmou que a via voltou a ser energizada e que os trens circulam no trecho para verificar condições da rede aérea.

A Metroplan foi acionada para reforçar os ônibus na região, com a implementação de linhas auxiliares diretas entre Porto Alegre e Novo Hamburgo, São Leopoldo, Sapucaia do Sul, Esteio e Canoas.

Falhas não são novidade

No dia 4 de novembro de 2021, uma queda de energia elétrica interrompeu a circulação de trens em Novo Hamburgo, no Vale do Sinos, por cerca de 1h30. A circulação de composições ficou restrita entre Mercado e Santo Afonso. A causa da interrupção do serviço não foi divulgada. Situação similar ocorreu no dia 13 de fevereiro de 2017, quando sete estações foram fechadas por uma queda de energia elétrica.

Em 13 de novembro de 2019, uma falha em um sistema impediu a abertura das estações entre 5h20 e por volta das 8h da manhã. Nenhum trem circulou entre Porto Alegre e o Vale do Sinos, afetando milhares de passageiros. Dezenas de pessoas aguardaram na frente de todas as estações pela retomada do serviço. A falha ocorreu, de acordo com a Trensurb, em um sistema que faz a sinalização e a comunicação entre a central de operações e as composições. O problema teria ocorrido em um cabo de fibra ótica, que fica entre as estações Esteio e Sapucaia.

No dia 20 de novembro de 2018, a circulação dos trens foi interrompida pela necessidade de realização do conserto de um “problema na rede aérea de energia de tração”. A falha foi detectada por volta das 15h30 e as estações foram reabertas por volta das 16h25.

Em julho de 2018, um problema técnico interrompeu a circulação de trens em um dia de muita chuva. Conforme a Trensurb, uma descarga atmosférica atingiu o sistema de transporte público ao norte da Estação Fátima. O provável raio causou o rompimento de um cabo de suspensão da rede aérea de energia. Foram mais de quatro horas de paralisação total até que a pane fosse completamente resolvida.


Compartilhe: