Para disputar vaga no Senado, Ana Amélia Lemos se filia ao PSD

O evento de filiação ocorreu no hotel Plaza São Rafael, no Centro da Capital gaúcha.

Compartilhe:
Porto Alegre, RS | 16.mar.2022 | Ato de filiação de Ana Amélia Lemos, em Porto Alegre. Foto: Chico Santana / PSD

A secretária de Relações Federativas do Rio Grande do Sul, Ana Amélia Lemos, se filiou nesta quarta-feira (16) ao PSD (Partido Social Democrático). Ela deixou o Progressistas – anteriormente PP – para voltar a disputar uma cadeira no Senado pelo RS.

O evento de filiação ocorreu no hotel Plaza São Rafael, no Centro da Capital gaúcha. Estiveram na cerimônia o presidente nacional do PSD, Gilberto Kassab, do governador do Estado, Eduardo Leite, e o vice-governador Ranolfo Vieira Júnior, além de lideranças nacionais e regionais. Tanto Leite quanto Ranolfo são cotados para deixarem o PSDB e migrarem para o partido do ex-ministro das Cidades do primeiro governo Dilma e das Comunicações na gestão Temer.

Ana Amélia Lemos, em seu discurso, disse que é o início de uma nova caminhada. Ela agradeceu a confiança do governador Eduardo Leite e esclareceu por que decidiu entrar no PSD. “Muito da minha decisão teve a ver com o pronunciamento dos que estão aqui e com a personalidade, a serenidade, o equilíbrio e a forma de fazer política do presidente Gilberto Kassab, com decisões firmes. Todos nós fazemos parte dessa mesma escola política: a do respeito democrático a quem pensa diferente de nós”.

Porto Alegre, RS | 16.mar.2022 | Ato de filiação de Ana Amélia Lemos, em Porto Alegre. Foto: Chico Santana / PSD

Desde agosto do ano passado a mudança de legenda de Ana Amélia era tida como certa. “O PP, com o lançamento da candidatura do [Luis Carlos] Heinze ao governo, inviabiliza eventual candidatura minha ao Senado, porque ele precisa oferecer a [outra] vaga majoritária [ao Senado] a algum partido aliado que venha se aliar a ele”, afirmou a secretária, em entrevista na época.

O governador do Rio Grande do Sul, Eduardo Leite também discursou no evento. Ele declarou que Ana Amélia Lemos foi uma senadora dedicada que ajudou o Estado na relação com a União, e enfatizou em diversos momentos sua admiração.

“Hoje o dia é todo teu, Ana Amélia, e também dos gaúchos que querem acreditar numa política feita com integridade, honestidade, coragem e vontade para transformar as coisas à nossa volta. Nestes tempos nebulosos, nos conforta saber que Ana Amélia Lemos terá de novo uma candidatura ao Senado”. Com a fala, Leite sepultou a possibilidade de anunciar a sua migração do PSD nesta quarta-feira.

Perfil

Ana Amélia é natural de Lagoa Vermelha. Formada em Comunicação Social pela PUC do Rio Grande do Sul, foi oito anos senadora, entre 2011 e 2018, após deixar a carreira de comentarista política no Grupo RBS, onde atuou por mais de 30 anos. Desde 2019, trabalha de Brasília fazendo a articulação política, encaminhamento e acompanhamento de assuntos de interesse do Estado do Rio Grande do Sul. A pasta substituiu o antigo Escritório de Representação do Governo Gaúcho, criado pela gestão Leonel Brizola (1959-1963) no ano de 1961.


Compartilhe: