Operação Shield: polícia prende suspeito de planejar atentados

Durante o cumprimento das buscas, os policiais encontraram uma arma de fogo, uma faca, quatro celulares, um taco de baseball e uma máscara do personagem Jason.

Compartilhe:

A Polícia Civil prendeu hoje (29) um estudante de 20 anos suspeito de planejar atentados contra escolas no Distrito Federal. A prisão ocorreu durante o cumprimento de um mandando de busca e apreensão na segunda fase da Operação Shield.

Durante o cumprimento das buscas, os policiais encontraram uma arma de fogo, uma faca, quatro celulares, um taco de baseball e uma máscara do personagem Jason, da franquia de filmes “Sexta-Feira 13″. Além disso, os agentes também acharam fotos e vídeos de pornografia infantil no celular do investigado.

Ao ser ouvido na delegacia, o jovem confessou envolvimento com grupos que defendem ideais nazistas e antidemocráticos.

De acordo com a corporação, as atividades suspeitas foram informadas ao Ministério da Justiça pela adidância de segurança dos Estados Unidos, em Brasília. Em seguida, a pasta repassou as informações à Polícia Civil, que iniciou a apuração do caso.

O delegado Dário Taciano de Freitas, responsável pela DRCC (Delegacia Especial de Repressão a Crimes Cibernéticos), considerou a ação como um exemplo de cooperação internacional. “A operação neutralizou uma possível tragédia que poderia ocasionar consequências nefastas”, afirmou.

Em maio do ano passado, durante a primeira fase da operação, a Polícia Civil também prendeu um homem suspeito de planejar atentados no Distrito Federal.


Compartilhe: