Inter vence mas não supera vantagem do Grêmio, que vai à final do Gauchão

Mais uma vez, partida terminou em confusão dentro e fora de campo

Compartilhe:

O Inter venceu por 1 a 0 mas quem levou a classificação para a final do Gauchão foi o Grêmio. E a partida terminou em confusão dentro e fora de campo. Quando o árbitro Leandro Vuaden terminou a partida, os jogadores ainda foram reclamar por mais minutos. Cenas infelizmente corriqueiras nos últimos clássicos.

E o jogo, em si, foi bom. Enquanto o Inter se preparou para ir ao ataque, o Grêmio praticamente repetiu a formatação do primeiro jogo, apenas Villasanti não foi a campo, se preparando para esperar os avanços do Inter. “El Cacique” Medina colocou Cuesta no banco e apostou em Liziero na lateral esquerda, trazendo Edenilson para a segunda função do meio campo.

Primeiro tempo

Nos primeiros minutos, o Inter tentava impor seu jogo, mas o Grêmio ora se recolhia, ora pressionava a saída colorada, o que dificultava o jogo do Inter. Os momentos mais perigosos da partida se davam nas escapadas que o Tricolor ameaçava.

Mas a primeira grande chance foi do Inter. Aos 9, em uma chegada pela direita, Maurício cruzou e David cabeceou para uma defesaça de Brenno.

Minutos depois, o Grêmio respondeu com um chute de fora de Bitello. Sobre o gol.

Passado o início do jogo, a dinâmica ficou como se esperava. O Inter no controle da bola, porém sem chances, enquanto o Grêmio especulava em escapadas.

Após uma insistência que beirou os 70% de posse e uma ronda na área gremista, o Inter teve uma baixa. David teve problema muscular na coxa direita e deu lugar a Caio Vidal.

Depois desse episódio, os minutos finais que se seguiram da etapa inicial foram de uma arrefecida do Inter, com uma possibilidade não muito perigosa com Wesley. O jogo foi para o intervalo em uma situação confortável para o Tricolor.

Lucas Silva (C) foi um dos destaques do Grêmio – Foto: Lucas Uebel/Grêmio FBPA

Segundo tempo

O Grêmio começou o segundo tempo ameaçando com Campaz, em belo chute de fora da área. O Inter respondeu com cruzamentos.

Nos primeiros minutos da etapa final, o Inter tentava acelerar mais o jogo, se livrava mais da bola. O jogo ficou mais acirrado.

Roger colocou Ferreira no jogo. Saiu Elias.

Mas quem foi ao ataque e marcou foi o Inter. Aos 19, Taison cobrou falta do lado esquerdo e fez um golaço, no ângulo do gol de Brenno.

O Grêmio no início se atrapalhou com o gol, mas depois respondeu. Chegou com Campaz, e no lance seguinte, Ferreira cabeceou para boa defesa de Daniel.

O Inter, no entanto, não se recolheu. Maurício chutou e exigiu também intervenção de Brenno. Depois foi a vez de Edenilson dar um chutaço de longe e novamente Brenno espalmar.

O jogo foi se aproximando do fim e o Inter foi indo para o tudo ou nada, o que trouxe mais emoção à partida. A vontade do Inter, porém, não virava grandes chances.

Situação e próximos jogos

Com os resultados das semifinais, o Grêmio superou o Ypiranga em pontos na tabela geral e fará o segundo jogo da final na Arena. O primeiro jogo da decisão entre Grêmio e Ypiranga será no próximo sábado (26), às 16h30, no Colosso da Lagoa, em Erechim. Mais tarde, a partida decisiva será realizada  no outro sábado (2).

Escalações

Grêmio

Brenno; Rodrigues (Sarará), Geromel, Bruno Alves e Nicolas; Thiago Santos (Gabriel Silva), Lucas Silva e Bitello (Fernando Henrique); Elias (Ferreira), Campaz (Janderson) e Diego Souza – 4-3-3Técnico: Roger Machado

Inter

Daniel; Fabricio Bustos, Bruno Méndez, Kaique Rocha e Liziero; Gabriel (Johnny), Edenilson, David (Caio Vidal), Mauricio (Gustavo Maia), Taison (Matheus Cadorini); Wesley Moraes – 4-2-3-1Técnico: Alexander Medina

Arbitragem

Árbitro: Leandro Pedro Vuaden
Auxiliar: Rafael da Silva Alves
Auxiliar: Tiago Augusto Kappes Diel 
VAR: Carlos Eduardo Nunes Braga (RJ)


Compartilhe: