Governo do RS anuncia investimentos em rodovias federais do Estado

Os recursos vêm de um termo de cooperação entre o governo estadual e o Dnit (Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes)

Compartilhe:

O governador do Estado fará um investimento de R$ 490,2 milhões em recursos do Estado para a conclusão de obras em rodovias federais no Rio Grande do Sul. O anúncio foi feito pelo governador Eduardo Leite, nesta sexta-feira (25), no Palácio Piratini. Os recursos vêm de um termo de cooperação entre o governo estadual e o Dnit (Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes).

A superintendência regional do Dnit no Rio Grande do Sul explica que o governo do Estado vai entrar como parceiro. O Dnit vai executar a obra, e o Estado vai fazer os pagamentos, sem transferência de recursos. “As empresas já estão se preparando para que possamos, com o aceno definitivo, dar ordem de início para as frentes de obras”, disse o superintendente do Dnit, Hiratan Pinheiro da Silva.

Em sua manifestação, Leite explicou que foram priorizadas obras com contrato em vigência e para as quais há capacidade de execução. Segundo o governador, alguns destes trabalhos já estão com a conclusão atrasada há mais de cinco anos.

“Temos a firme convicção de que esse investimento é estratégico para o Rio Grande do Sul, e temos pressa nessas obras. As melhorias vão preservar vidas, melhorar o escoamento da produção e gerar desenvolvimento econômico, ajudando inclusive a gerar mais arrecadação e impulsionado outros investimentos para o Estado”, acrescentou o governador Eduardo Leite.

Eduardo Leite acredita que obras são uma demanda da população – Foto: Felipe Dalla Valle / Palácio Piratini

Parceria começou em fevereiro

O termo de cooperação começou a ser construído em fevereiro, quando Eduardo Leite se reuniu com o ministro da Infraestrutura, Tarcísio de Freitas. Na ocasião, ele solicitou uma revisão nos orçamentos de capacidade de execução ao longo de 2022 para que o Estado pudesse aportar recursos para obras em estradas federais no Rio Grande do Sul.

Agora, Estado e Dnit vão trabalhar nos ajustes do termo de cooperação. Junto a isso, na próxima semana, o governo do Estado encaminha um projeto de lei à Assembleia Legislativa solicitando a autorização de um remanejo orçamentário que viabilize o aporte dos recursos para as obras.

Confira as obras que receberão aportes de recursos (mais detalhes aqui):

Duplicação da BR-116 (Guaíba–Pelotas)
Valor: R$ 96 milhões

  • Inclui lotes 5 e 10 (ponte no rio Camaquã)

Melhorias operacionais na BR-116 Norte (Novo Hamburgo–Porto Alegre) – lote 1
Valor: R$ 185 milhões

Complexo Sinos–Scharlau: km 240,2 ao km 245,7

  • Viaduto da Scharlau
  • Viaduto da Scharlau – rua lateral
  • Viário Sinos–Scharlau

Complexo Esteio: km 253,3 ao km 256,2

  • Viaduto de duplicação ao parque de Esteio
  • Viaduto Celina Kroeff
  • Viaduto de retorno do parque
  • Viário Esteio

Melhorias operacionais na BR-116 Norte (Novo Hamburgo–Porto Alegre) – lote 2/passarelas
Valor: R$ 30 milhões

  • Passarela rua São Simão
  • Passarela av. coronel Frederico Linck
  • Passarela estação Trensurb
  • Passarela av. Industrial
  • Passarela da rua Cristóvão Colombo
  • Passarela rua Major Sezefredo

Duplicação da BR-290 Eldorado do Sul–Pantano Grande
Valor: R$ 165 milhões

  • Execução do perímetro urbano de Butiá, inclusive pavimentação
  • Execução da interseção de acesso à Copelmi
  • Pavimentação da duplicação entre o km 189 e o km 199, inclusive com construção da ponte sobre o arroio Francisquinho, no km 193
  • Conclusão do perímetro urbano de Pantano Grande e pavimentação do trecho restante
  • Duplicação, km 214 ao km 228, inclusive com a ponte sobre o rio Tabatingaí, no km 222,5

Segurança viária da BR-290
Valor: R$ 14,2 milhões

  • Vila Nova do Sul – rótulas de acesso
  • Santa Margarida do Sul – rótulas de acesso
  • São Gabriel – implantação de rua lateral (lado direito)

Compartilhe: