Filme gaúcho será exibido em festival suíço

Criado em 1969, o Visions du Réel é um dos principais festivais de documentários da Europa.

Compartilhe:
Cena do filme Madrugada. Foto: Divulgação

 

O renomado festival de documentários suíço Visions du Réel anunciou a seleção oficial de sua mostra competitiva Opening Scenes, que conta com o curta-metragem Madrugada, dirigido pelos realizadores gaúchos Leonardo da Rosa e Gianluca Cozza.

O filme, híbrido de documentário e ficção, conta a história de uma noite de trabalho de Daniel e Soninho, coletores de soja do porto de Rio Grande.

O filme teve sua estreia nacional em janeiro de 2022 na Mostra de Cinema de Tiradentes, na Mostra Foco, principal seleção competitiva de curtas do festival, e terá sua estreia internacional no 53° Visions du Réel, que acontece na cidade de Nyon, na Suíça, entre os dias 7 e 17 de abril.

O projeto foi iniciado em 2019, quando foi contemplado pelo edital ProCultura da prefeitura de Rio Grande, mas teve suas gravações, planejadas para 2020, canceladas pela pandemia de covid-19. Sua produção foi retomada em 2021.

O filme foi finalizado ainda em 2021 nos estúdios do Tecnopuc Tecna, graças a parceria firmada através do curso de Cinema e Audiovisual da Universidade Federal de Pelotas.

Criado em 1969, o Visions du Réel é um dos principais festivais de documentários da Europa. Conhecido não somente pelo seu perfil curatorial, mas também pela sua indústria, um dos mercados cinematográficos mais avançados da Europa.

Além disso, os filmes selecionados do festival se tornam parte de sua biblioteca de mídia, plataforma disponível exclusivamente para cerca de 1.600 profissionais (distribuidores, agentes de vendas, operadores de cinema, compradores de TV, imprensa internacional, financiamento e programadores de festivais internacionais de cinema).


Compartilhe: