Eduardo Leite afirma que renunciará ao cargo de governador do RS

O comunicado da decisão de Leite foi feito, na tarde desta segunda-feira (28), em entrevista coletiva, no Palácio Piratini.

Compartilhe:
Foto: Gustavo Mansur/Palácio Piratini

 

O governador do Rio Grande do Sul, Eduardo Leite (PSDB), comunicou que vai renunciar ao cargo. O comunicado da decisão foi feito, na tarde desta segunda-feira (28), em entrevista coletiva, no Palácio Piratini.

Ele deixa o governo para ter a possibilidade de concorrer à presidência da República. “Vou renunciar ao poder para não renunciar à política”, disse Leite. “A renúncia me abre muitas possibilidades e não me retira nenhuma. A lei eleitoral exige que estejamos fora de um cargo executivo”, completou.

Na entevista, ele também anunciou que vai permanecer filiado ao PSDB.  Com a renúncia de Leite, assume o comando do governo gaúcho o vice-governador Ranolfo Vieira Júnior, que acumula a função de secretário da Segurança Pública desde o início da gestão.

O ato de renúncia, com a troca de comando, será formalizado nos próximos dias. “Tenho absoluta confiança na condução do Ranolfo. Sempre esteve ao nosso lado para acompanhar cada uma das políticas públicas”, disse Leite durante o discurso.

 


Compartilhe: