Agora RS volta a distribuir notícias pelo Telegram

Compartilhe:

O AGORA RS voltou a distribuir notícias do portal através do Telegram. O aplicativo de mensagens instantâneas foi liberado no Brasil após decisão do ministro Alexandre de Moraes, do STF (Supremo Tribunal Federal). Na sexta-feira, o aplicativo teve ordem de bloqueio após pedido realizado pela Polícia Federal.

Com a decisão desta empresa, os canais AGORA RS, Agora no Trânsito, Agora no Tempo e Plantão RS voltarão a receber novos conteúdos. A publicação das notícias no aplicativo ocorre de forma automatizada, ou seja, sem interferência humana.

A liberação do aplicativo ocorreu após o cumprimento de determinações da Corte que estavam pendentes.

No sábado (19), o ministro Alexandre de Moraes havia dado prazo de 24 horas para o cumprimento de uma lista de determinações que incluía a indicação de representante oficial do aplicativo no Brasil; o envio de informações sobre providências para combate à desinformação; e o cumprimento integral de decisões que determinaram retirada de conteúdo ou bloqueio de canal.

Em comunicado, o fundador do Telegram, Pavel Durov, voltou a se desculpar com a Corte brasileira. “Pedimos ao Tribunal que permita que o Telegram continue suas operações no Brasil, dando-nos a chance de demonstrar que melhoramos significativamente nossos procedimentos”, disse.

Para Alexandre de Moraes, o aplicativo efetivou o cumprimento de todas as decisões. “Diante do exposto, considerado o atendimento integral das decisões proferidas em 17/3/2022 e 19/3/2022, revogo a decisão de completa e integral suspensão do funcionamento do Telegram no Brasil”, ressaltou.


Compartilhe: