Ouça no Meio-Dia: Mulher presa com R$ 1,1 milhão em espécie e outras notícias

Confira as principais notícias da manhã desta quarta-feira, 23 de fevereiro de 2022, no podcast Meio-Dia.

Compartilhe:

Ouça o podcast Meio-Dia também em outras plataformas:

O governo do Estado decidiu pela manutenção dos Alertas para todas as regiões Covid do Sistema 3As de Monitoramento. Segundo o governo gaúcho, nas duas últimas semanas, houve um declínio na velocidade do avanço da doença no Estado. Na última semana, a média móvel de casos confirmados apresentou redução de 12%, com uma incidência semanal de 688 casos por 100 mil habitantes. Em relação aos óbitos, 337 pessoas foram vítimas da doença, com média de 48,1 óbitos por dia. O número representa uma redução de 16%, comparando com a semana anterior. Atualmente 74,9% dos gaúchos estão com o calendário de vacinação em dia. Da população adulta, somente 39,5% receberam a dose de reforço. Pouco mais de 84% da população gaúcha recebeu a primeira dose.

A Prefeitura de Porto Alegre colocará, a partir desta quarta-feira, uma Unidade Móvel de Saúde à disposição da população para vacinar crianças. A unidade vai percorrer a cidade, começando pelo Quilombo Fidélix, na Azenha. A ação iniciou às 9h e vai até às 15h. A programação para os próximos dias ainda está sendo definida. Durante as ações, será utilizada a vacina Coronavac/Butantan em crianças de seis a onze anos, exceto nas imunocomprometidas. Com isso, a unidade móvel deixará de realizar testagem rápida de antígeno. Começou a ser aplicada hoje também na Capital a segunda dose da vacina Coronavac contra Covid-19 em crianças de 6 a 11 anos, exceto nas imunocomprometidas, nas mesmas 24 unidades de saúde que já possuem a vacina. Para receber a dose do imunizante é necessária a apresentação da carteira com o registro da primeira dose. As doses estarão disponíveis para vacinados em 26 de janeiro, completando o intervalo de 28 dias entre as aplicações. Na quinta-feira, a aplicação será feita em crianças vacinadas dia 27 de janeiro, e assim sucessivamente.

Uma mulher foi presa por lavagem de dinheiro durante uma operação da PRF, na BR-290, em Eldorado do Sul, na Região Metropolitana. Ela transportava mais de R$ 1,1 milhão em dinheiro vivo em uma mala. A quantia, de origem desconhecida, estava no bagageiro de um ônibus que fazia a linha Porto Alegre-Santana do Livramento. A mulher, de 24 anos, que não tinha antecedentes, não conseguiu comprovar a origem lícita da quantia. Quando questionada, ela disse que levava o dinheiro para Santana do livramento a pedido de um primo. O caso será investigado pela Polícia Civil. O dinheiro foi apreendido e ficará sob guarda da Justiça.

O governo federal deve lançar hoje o chamado RG único. A medida fará com que o número do CPF seja adotado como padrão de identificação em todo o território nacional de maneira obrigatória até 6 de março de 2023. As informações foram divulgadas pela Folha de S.Paulo. O objetivo da unificação é coibir eventuais fraudes. O evento de lançamento do novo modelo da “Carteira de Identidade Nacional”, marcado para às 15h30min, deve ter a presença do presidente Jair Bolsonaro, no Palácio do Planalto. Ainda conforme a Folha, será possível acessar o novo documento também por um aplicativo do Governo Federal. A previsão é que ele deixe de ser impresso na forma física em até 10 anos. A emissão do novo modelo segue ocorrendo através das secretarias de Segurança Pública nos Estados. Será delas o trabalho de registro no cadastro único federal. O RG antigo segue valendo por até 10 anos após sua expedição.

Uma massa de ar seco e quente avança sobre o Rio Grande do Sul a partir desta quarta-feira. O calor ganha força no Estado. Máxima de 38ºC em Uruguaiana.
Mesmo assim, há alerta para temporais isolados em território gaúcho. As chuvas de verão devem ocorrer na Serra, no Noroeste, na Região Metropolitana e nas cidades próximas de Santa Catarina. Amanhã, o tempo volta a ficar instável com risco de temporais isolados. O motivo é a atuação de uma área de baixa pressão sobre a Argentina e fluxo de umidade da Amazônia. A tendência é que as instabilidades permaneçam na sexta-feira.


Compartilhe: