Ouça no Meio-Dia: as buscas pelas vítimas em Petrópolis e outras notícias

Confira as principais notícias da manhã desta quinta-feira, 17 de fevereiro de 2022, no podcast Meio-Dia.

Compartilhe:

Ouça o podcast Meio-Dia também em outras plataformas:

O número de mortos em Petrópolis após a tempestade de terça-feira chegou a 104 até o início da manhã de hoje. Ao todo, 33 corpos foram identificados. Segundo a Secretaria Estadual de Defesa Civil do Rio de Janeiro, 24 pessoas foram resgatadas com vida. Até o encerramento desta edição, 134 registros de desaparecimento haviam sido feitos. Cerca de 500 bombeiros trabalham nas buscas aos desaparecidos. Segundo o Centro Nacional de Monitoramento e Alerta de Desastres Naturais, o Cemaden, é alta a possibilidade de ocorrência de eventos de movimentos de massa na Região Serrana do Rio, especialmente em Petrópolis. Isso em função da umidade do solo que pode favorecer a ocorrência de deslizamentos de terra mesmo na ausência de chuva.

Pela quarta semana consecutiva, o Governo do Estado decidiu manter os Alertas para todas as regiões Covid do Sistema 3As de Monitoramento, responsável pelo gerenciamento da pandemia no Rio Grande do Sul. A justificativa do governo gaúcho é a situação do Estado. Algumas regiões seguem apresentando crescimento de casos de covid-19, ocupação em leitos clínicos e de UTIs, assim como de óbitos. Mesmo que outras regiões apresentem estabilização ou queda nesses números, os patamares ainda são muito altos e podem, facilmente, voltar a crescer. O governo também destaca a expectativa de aumento de circulação de pessoas nas próximas semanas, provocado tanto pelo gradual retorno às atividades após as férias, pelo retorno das aulas e também pelo Carnaval.

Iniciou nesta quinta-feira em Porto Alegre a circulação de mais nove linhas de transporte coletivo sem a presença de cobrador. Na terça-feira, outras 12 linhas já haviam começado a circular dessa forma. O objetivo da prefeitura é ampliar esse modelo de atendimento ao longo do ano, chegando a 25% do sistema até o fim de 2022. Ainda na área dos transportes, ontem o Senado Federal aprovou, por unanimidade, o Plano Nacional de Assistência à Mobilidade dos Idosos em Áreas Urbanas. O projeto de lei prevê aporte de recursos federais para custear as isenções dos idosos acima de 65 anos, definida em lei federal. Atualmente, em Porto Alegre, as isenções são sustentadas pelos passageiros pagantes do sistema. Segundo a prefeitura da Capital, em Porto Alegre, o impacto financeiro da isenção aos passageiros idosos acima de 65 anos corresponde a cerca de R$ 75 milhões ao ano. No Brasil, em média, o benefício determinado por legislação federal representa 8% dos passageiros. O PL passará agora por apreciação na Câmara dos Deputados.

Começa nesta sexta-feira a partir das 14h a 33ª Festa Nacional da Uva. O evento vai até 6 de março, em Caxias do Sul, na Serra. Nesta edição, serão celebrados os 90 anos da festividade após o adiamento em 2021. O parque vai funcionar das 11h às 22h de segunda a quinta-feira, e das 10h às 22h nas sextas, sábados, domingos e feriados. A entrada custa R$ 20 e há opção da meia entrada de R$ 10. Crianças até 12 anos e pessoas com deficiência não pagam. Será exigido o comprovante de vacinação para acesso aos pavilhões e às arquibancadas para assistir aos desfiles. Será necessário apresentar documento oficial com foto e carteira de vacinação física ou aplicativo Conecte SUS com o esquema vacinal completo. Quem não tiver o esquema vacinal completo poderá apresentar teste negativo feito em no máximo 48 horas antes da entrada no evento. Serão aceitos os exames de RT-PCR ou de antígeno.

Uma nova frente fria ingressa no Rio Grande do Sul nesta quinta-feira e provoca chuvas isoladas. Segundo a previsão, a chuva típica de verão ocorre durante a tarde e a noite em diferentes pontos do Estado, mas não atinge a maioria das cidades. Mesmo assim, a partir da tarde, o calor é intenso. Após uma manhã de temperaturas amenas no o dia fica abafado, principalmente na Fronteira Oeste e Região Noroeste. Máxima de 38 graus em São Borja. Amanhã, entre a madrugada e a manhã, as instabilidades avançam a partir da faixa leste e causam chuva de fraca a moderada. Ao longo do dia as instabilidades se espalham para as demais regiões da metade leste, mas o risco para temporais isolados fica restrito ao Centro-Norte e Nordeste gaúcho. A tendência é que no sábado o tempo volte a ficar firme.

 


Compartilhe: