A seca no Rio Grande do Sul e o excesso de chuva no Rio de Janeiro; ouça no podcast Meio-Dia

Confira as principais notícias da manhã desta quinta-feira, 16 de fevereiro de 2022, no podcast Meio-Dia.

Compartilhe:

Ouça o podcast Meio-Dia também em outras plataformas:

Chegou a 38 o número de mortos após a tempestade da tarde de terça-feira no município de Petrópolis, Região Serrana do Rio de Janeiro. A informação foi atualizada pela Prefeitura e pelo Corpo de Bombeiros na manhã de hoje. Os Bombeiros, no entanto, ainda não tem ideia do número de desaparecidos. As buscas seguem nesta quarta-feira. O temporal trouxe mais de 250 milímetros de precipitação em menos de seis horas. O centro da cidade ficou inundado e houve ainda um deslizamento no Morro da Oficina, no bairro Alto da Serra, que atingiu pelo menos 80 casas. A Prefeitura decretou estado de calamidade pública e informou que as equipes dos hospitais foram reforçadas para o atendimento de vítimas. O governador Cláudio Castro cancelou a agenda desta quarta-feira e foi para Petrópolis. Segundo o governador, o ministro Rogério Marinho, do Desenvolvimento Regional, deve ir à cidade na próxima sexta-feira.

A manhã desta quarta-feira teve manifestação de agricultores familiares em frente à Secretaria Estadual da Agricultura, Pecuária e Desenvolvimento Rural, em Porto Alegre. Os manifestantes cobram ações dos governos estadual e federal para minimizar os efeitos causados pela estiagem no Estado. Entre as demandas estão a liberação de crédito e auxílio emergencial, a criação de um Comitê Estadual da Estiagem e a anistia de dívidas por parte do governo federal. Até o fim da manhã, a avenida Getúlio Vargas, via onde ocorre o protesto, tinha bloqueio nos dois sentidos. O desvio era feito pela Rua Barbedo, de um lado, e pela Rodolfo Gomes de outro. A Empresa Pública de Transporte e Circulação e a Brigada Militar acompanham a manifestação.

A prefeitura de Porto Alegre realiza no próximo sábado o dia C da vacinação infantil contra a Covid-19. O objetivo é imunizar crianças entre 5 e 11 anos que ainda não receberam a primeira dose da vacina contra a Covid-19. A Prefeitura também quer incentivar o retorno seguro às aulas, que ocorre no próximo dia 21 para os alunos do Ensino Fundamental da Rede Municipal. Para atrair as crianças, as equipes da saúde e da educação preparam brincadeiras e atividades lúdicas. As atividades vão ocorrer em sete escolas, das 9h às 15h. Durante a ação será aplicado o imunizante pediátrico da Pfizer.

A Secretaria da Cultura do Estado está com uma programação alusiva ao centenário da Semana de Arte Moderna de 1922. Estão previstas palestras e conteúdos nas redes sociais. As atividades serão desenvolvidas pela Casa de Cultura Mario Quintana, pelo Museu de Arte do Rio Grande do Sul, pelo Museu de Arte Contemporânea do Rio Grande do Sul, pelo Instituto Estadual de Artes Visuais e pelo Centro de Desenvolvimento de Expressão. A programação se estende até 20 de fevereiro. Os eventos serão transmitidos pela página da Casa de Cultura Mario Quintana no Facebook sempre às 17h. Não há necessidade de inscrição. Além disso, o Margs publicará conteúdos especiais nas suas redes sociais. A Semana de Arte Moderna foi realizada entre 13 e 17 de fevereiro de 1922, no Theatro Municipal de São Paulo. Ela foi organizada por um grupo de intelectuais e artistas por ocasião do Centenário da Independência do Brasil, com o objetivo de romper com as tradições culturais vigentes no país naquele momento.

Uma massa de ar seco segue sobre o Rio Grande do Sul e deixa o tempo firme nesta quarta-feira. Em alguns pontos no Noroeste do Estado as máximas podem ultrapassar os 40ºC. Nesta quarta, após uma manhã de temperatura amena, à tarde o calor ganha força. Não há previsão de chuva. Além disso, a umidade relativa do ar volta a cair em quase todo o Estado, com destaque para a Fronteira Oeste e regiões Central e Sul. Amanhã, uma área de baixa pressão e a aproximação de uma frente fria favorecem pancadas de chuva sobre o estado. Há risco para temporais isolados na metade Leste e na Campanha. As temperaturas ainda se elevam antes das chuvas. A tendência é que as instabilidades continuem na metade Leste e Norte do estado na sexta-feira.


Compartilhe: